Skin Partners – novo podcast para dar voz à pele
DATA
14/05/2021 09:40:37
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



Skin Partners – novo podcast para dar voz à pele

Skin Partners propõe olhar a dermatologia de diferentes perspetivas. O novo projeto do Jornal Médico com o apoio da Leo Pharma vai dar voz à pele, numa conversa entre dois especialistas.

O primeiro episódio congregará a visão de Joana Cabete, dermatologista do Hospital de Santo António dos Capuchos, e Gustavo Jesus, psiquiatra e diretor clínico do Centro PIN e assistente hospitalar no Centro Hospitalar Lisboa Central. O fio condutor da conversa serão as doenças de pele autoimunes, nomeadamente a psoríase e o impacto psicossocial desta doença.

Cada episódio conta com a moderação de Rita Ferro Alvim.

Tendo em conta que a psoríase consiste numa doença inflamatória da pele dermatopsíquica na medida em que alterações da componente psicológica como o stress e ansiedade podem determinar as caraterísticas e evolução da doença, como fatores desencadeantes ou de agravamento. 

Os doentes com psoríase sofrem com sensações de discriminação, inadequação e insatisfação quanto à sua aparência física. Receiam ser isolados, rejeitados e abandonados, e sentem a exclusão como falta de reconhecimento, no sentido da aceitação da sua identidade. Este padrão psicológico, acrescido da própria constituição da personalidade, baseada numa imagem corporal debilitada pela doença, pode também influenciar na capacidade de autoaceitação e satisfação pessoal do indivíduo.

Aceda aqui ao podcast.

MGF 2020-30: Desafios e oportunidades
Editorial | Gil Correia
MGF 2020-30: Desafios e oportunidades

Em março de 2020 vivemos a ilusão de que algumas semanas de confinamento nos libertariam para um futuro sem Covid-19. No resto do ano acreditámos que em 2021 a realidade voltaria. Mas, por definição, a crise é uma mudança de paradigma. O normal mudou. Importa que a Medicina Geral e Familiar se adapte e aproveite as oportunidades criadas. A Telemedicina, a desburocratização e um ambiente de informação, amigável flexível e unificado são áreas que me parecem fulcrais na projeção da MGF no futuro.

Mais lidas