COVID-19: Comissão Europeia compra 1,8 mil milhões de doses de vacina da Pfizer
DATA
21/05/2021 11:58:39
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



COVID-19: Comissão Europeia compra 1,8 mil milhões de doses de vacina da Pfizer

A Comissão Europeia (CE) formalizou a aquisição de 1,8 mil milhões de doses da vacina da BioNTech/ Pfizer, que deverão chegar à União Europeia (UE) em 2022 e 2023.

Em causa está a “compra de 900 milhões de doses da vacina atual e de uma vacina adaptada às variantes, com a opção de adquirir 900 milhões de doses adicionais”, afirma a CE. O executivo comunitário justifica que apostou nesta vacina por ter uma “avaliação científica sólida, na tecnologia utilizada, na experiência das empresas em matéria de desenvolvimento de vacinas e na sua capacidade de produção para abastecer toda a UE”.

 Esta vacina é uma das quatro aprovadas na UE, às quais se juntam os fármacos da Moderna, Vaxzevria (novo nome do fármaco da AstraZeneca) e Janssen (grupo Johnson & Johnson).

A presidente da CE, Ursula von der Leyen, classifica este novo contrato com a Pfizer/BioNTech como “uma boa notícia”, dado que visa “um combate a longo prazo para proteger os cidadãos europeus contra o vírus e as suas variantes”.

Governação Clínica
Editorial | Joana Romeira Torres
Governação Clínica

O Serviço Nacional de Saúde em Portugal foi criado e cresceu numa matriz de gestão napoleónica, baseada numa forte regulamentação, hierarquização e subordinação ao poder executivo, tendo como objeto leis e regulamentos para reger a atividade de serviços públicos no geral, existindo ausência de regulamentação relativa à sua articulação com os serviços sociais e económicos.

Mais lidas