Abertas até 30 de junho candidaturas a prémios de investigação da asma e da diabetes
DATA
25/06/2021 14:33:20
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



Abertas até 30 de junho candidaturas a prémios de investigação da asma e da diabetes

A Mundipharma Portugal lançou mais uma edição dos prémios de investigação da asma e da diabetes. A edição de 2020/2021 conta com 10 mil euros em prémios para cada área terapêutica e pretende que a comunidade médica e académica demonstre as suas últimas investigações. As candidaturas estão abertas até 30 de junho.

 

Vão ser distinguidos trabalhos científicos, na área da asma e da diabetes, elaborados por médicos portugueses ou estrangeiros, que desenvolvam a sua atividade profissional em entidades prestadoras de cuidados de saúde ou instituições académicas com sede no nosso País.

Esta iniciativa “espelha a clara vontade de construir relações e projetos com a comunidade científica em Portugal, através do reconhecimento da qualidade e esforço dos cientistas e médicos portugueses, em prol de uma melhor prestação de cuidados e, consequentemente, um melhor Sistema Nacional de Saúde”, considera, em comunicado, o diretor médico da Mundipharma Portugal, Alexandre Rebelo-Marques.

O júri pode ainda decidir se o prémio será atribuído apenas a um único trabalho ou se dividido por, no limite, até quatro vencedores, com prémios no valor de 2.500 euros.

Os vencedores dos prémios serão anunciados em sessão solene, ainda com data a agendar, sob forma de “Apoio à Formação”.

Governação Clínica
Editorial | Joana Romeira Torres
Governação Clínica

O Serviço Nacional de Saúde em Portugal foi criado e cresceu numa matriz de gestão napoleónica, baseada numa forte regulamentação, hierarquização e subordinação ao poder executivo, tendo como objeto leis e regulamentos para reger a atividade de serviços públicos no geral, existindo ausência de regulamentação relativa à sua articulação com os serviços sociais e económicos.

Mais lidas