COVID-19: OM censura insultos e vandalismo em centro de vacinação
DATA
17/08/2021 17:33:17
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



COVID-19: OM censura insultos e vandalismo em centro de vacinação

A Ordem dos Médicos (OM) condenou hoje os comportamentos e os insultos dirigidos ao coordenador da ‘task force’ da vacinação contra a COVID-19 em Odivelas e a vandalização do centro de vacinação da Azambuja.

O bastonário da OM, Miguel Guimarães, e o coordenador do gabinete de crise da OM para a COVID-19, Filipe Froes, manifestaram ainda, em comunicado, “total solidariedade e agradecimento ao vice-almirante Gouveia e Melo e à ‘task force’ para a vacinação, bem como a todos os médicos e outros profissionais de saúde”.

A OM enalteceu ainda a “elevadíssima adesão à vacinação” por parte dos jovens e a sua “resposta de civismo e responsabilidade” face aos incidentes dos últimos dias, reforçando o valor da vacina para a proteção contra a variante Delta do vírus SARS-CoV-2.

“A vacinação diminui em oito vezes o risco de contrair a infeção e em 25 vezes o risco de internamento e morte”, sublinha a OM no comunicado.

Governação Clínica
Editorial | Joana Romeira Torres
Governação Clínica

O Serviço Nacional de Saúde em Portugal foi criado e cresceu numa matriz de gestão napoleónica, baseada numa forte regulamentação, hierarquização e subordinação ao poder executivo, tendo como objeto leis e regulamentos para reger a atividade de serviços públicos no geral, existindo ausência de regulamentação relativa à sua articulação com os serviços sociais e económicos.

Mais lidas