LEF alia-se ao machine learning da GrowerIQ para a canábis medicinal

Tendo em vista o fornecimento de um software de gestão que garante a rastreabilidade de todo o processo de cultivo e fabrico da canábis medicinal, o Laboratório de Estudos Farmacêuticos (LEF) da Associação Nacional das Farmácias (ANF) uniu-se à empresa canadiana GrowerIQ, que utiliza tecnologia de machine learning.

A colaboração entre as duas instituições permite assegurar o cumprimento dos requisitos regulamentares no âmbito da rastreabilidade e do controlo de qualidade dos produtos, através da integração dos resultados da análise laboratorial na plataforma seed-to-sale.

Esta parceria estratégica entre o LEF e a GrowerIQ cria, assim, uma solução integrada que combina um software de gestão da rastreabilidade das operações canábis seed-to-sale, com o fornecimento de resultados analíticos precisos e exatos, executados num laboratório com certificação GMP (Boas Práticas de Fabrico).

“O LEF trabalha com muitas das empresas líderes de mercado no setor da canábis medicinal em Portugal”, assinala a diretora técnica e executiva do LEF, Fátima Godinho Carvalho, sublinhando que “tem sido um desafio encontrar um parceiro com um software/plataforma de rastreabilidade que cumpra os requisitos GMP. A GrowerIQ, tal como o LEF, oferece um serviço ao cliente customizado, pelo que estamos muito satisfeitos em concretizar esta abordagem conjunta ao mercado da canábis medicinal”.

Por seu turno, o diretor de operações da GrowerIQ, Andrew Wilson, destaca a longa história do LEF na entrega de serviços analíticos de excelência, tendo por suporte “uma equipa com cerca de 70 profissionais experientes, farmacêuticos, técnicos de laboratório e especialistas na área regulamentar e na área da qualidade, com amplo conhecimento do mercado da canábis medicinal”. Tudo somado, a GrowerIQ considera o LEF um parceiro com quem pode contar pela sua “capacidade de entrega”.

O LEF é uma instituição de referência em Portugal na área do desenvolvimento e validação de métodos analíticos e um prestador de serviços de análises de controlo de qualidade. Aos operadores da indústria da canábis propõe um conjunto de serviços integrados, que vão desde a consultoria de qualidade ao suporte regulamentar e apoio no âmbito das atividades de farmacovigilância.

Por outro lado, a GrowerIQ é uma plataforma de gestão de canábis, projetada em parceria com empresas experientes nas operações desta cultura específica. Utiliza tecnologia de machine learning para automatizar as instalações de produção e processamento e fornecer dados sobre o cultivo, que permitem incrementar o conhecimento e a qualidade do produto.

Se os jovens Médicos de Família querem permanecer no SNS e se o SNS precisa deles, o que falta?
Editorial | António Luz Pereira
Se os jovens Médicos de Família querem permanecer no SNS e se o SNS precisa deles, o que falta?

Nestes últimos dias tem sido notícia o número de vagas que ficaram por preencher, o número de jovens Médicos de Família que não escolheram vaga e o número de utentes que vão permanecer sem médico de família. Há três grandes razões para isto acontecer e que carecem de correção urgente para conseguir cativar os jovens Médicos de Família.

Mais lidas