O (velho) Endotélio Vascular como novo alvo terapêutico debatido em webinar
DATA
06/10/2021 17:09:58
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS




O (velho) Endotélio Vascular como novo alvo terapêutico debatido em webinar

A Alfasigma Portugal e o Update em Medicina reeditam, a 13 de outubro, pelas 21h00, as suas sessões interativas, com perguntas à audiência, desta vez tendo por referência temática o (velho) endotélio vascular como novo alvo terapêutico. As inscrições decorrem até às 24h00 do dia 11 de outubro.

 

O encontro, que visa a promoção da literacia com resultados visíveis para os doentes, contribuindo não só para a formação médica e capacitação do Serviço Nacional de Saúde (SNS), mas também para incentivo à descoberta de novas terapêuticas que melhoram a vida dos doentes, “enquadra-se num conjunto de sessões que a Alfasigma tem vindo a realizar, abertas à participação de todos os médicos internos e especialistas de medicina geral e familiar, independentemente de exercerem funções em instituições de saúde do setor público, privado ou social, em Portugal”, explica o diretor de marketing e vendas e responsável pela área de relações públicas da Alfasigma, Rui Martins.

A sessão conta com uma atualização da doença vascular periférica e da disfunção endotelial, percorrendo várias patologias como a doença venosa crónica, trombose venosa profunda e síndrome pós trombótico, úlcera venosa versus úlcera arterial (diagnóstico diferencial), doença arterial periférica e síndrome do pé diabético.

Serão palestrantes Natália Santos, do serviço de cirurgia geral da Unidade de Diabetes do Centro Hospitalar Tondela-Viseu e António Pedro Machado, especialista em Medicina Interna e coordenador científico do Update em Medicina.

“O tratamento de doentes vasculares é uma das prioridades da missão da Alfasigma. Ao desconstruirmos alguns factos num espaço dinâmico estamos a promover a literacia para um melhor conhecimento sobre o papel do endotélio vascular, comum a tantas condições clínicas da doença vascular periférica”, frisa Rui Martins.

À semelhança da última sessão, não haverá material de estudo prévio, mas uma dinâmica de interação que, no final da sessão, distinguirá os melhores participantes que responderam corretamente/mais rápido às várias questões.

Pode inscrever-se nesta sessão que irá pôr “à prova o conceito de que contra factos há argumentos” AQUI.

Governação Clínica
Editorial | Joana Romeira Torres
Governação Clínica

O Serviço Nacional de Saúde em Portugal foi criado e cresceu numa matriz de gestão napoleónica, baseada numa forte regulamentação, hierarquização e subordinação ao poder executivo, tendo como objeto leis e regulamentos para reger a atividade de serviços públicos no geral, existindo ausência de regulamentação relativa à sua articulação com os serviços sociais e económicos.

Mais lidas