Tecnimede lança plataforma para especialistas de Medicina Geral e Familiar
DATA
13/10/2021 09:43:57
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



Tecnimede lança plataforma para especialistas de Medicina Geral e Familiar

A farmacêutica Tecnimede lançou a Primary Care Summit (PCS) Academy, uma plataforma educacional e formativa concebida para os especialistas de Medicina Geral e Familiar. Em formato e-learning, irá proporcionar conhecimento prático e atualizado sobre diversas áreas terapêuticas, certificando os profissionais envolvidos.

A plataforma foi lançada no evento digital Primary Care Summit 2021, que contou com mais de 400 participantes, e conta com o aval da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF), da Associação Portuguesa para o Estudo da Dor (APED), da Sociedade Portuguesa de Aterosclerose (SPA), da Sociedade Portuguesa de Ginecologia (SPG), da Sociedade Portuguesa de Hipertensão (SPH) e da Associação Portuguesa de Neurologia e Uroginecologia (APNUG).

Osteoporose, Hipertensão Arterial e Risco Cardiovascular, Dislipidemias, Incontinência Urinária e Dor são as áreas terapêuticas disponíveis na plataforma PCS Academy, organizadas por módulos formativos e interativos.

Os conteúdos foram desenvolvidos pelas Sociedades e Associações Científicas de referência e contam com a participação dos respetivos presidentes como Nuno Jacinto da APMGF; Fernanda Geraldes da Secção Portuguesa de Menopausa da Sociedade Portuguesa de Ginecologia; Luís Bronze da SPH; João Sequeira Duarte da SPA; Paulo Temido da APNUG e Ana Pedro da APED.

Para se inscreverem na plataforma e ter acesso às formações, os interessados devem aceder ao website

Se os jovens Médicos de Família querem permanecer no SNS e se o SNS precisa deles, o que falta?
Editorial | António Luz Pereira
Se os jovens Médicos de Família querem permanecer no SNS e se o SNS precisa deles, o que falta?

Nestes últimos dias tem sido notícia o número de vagas que ficaram por preencher, o número de jovens Médicos de Família que não escolheram vaga e o número de utentes que vão permanecer sem médico de família. Há três grandes razões para isto acontecer e que carecem de correção urgente para conseguir cativar os jovens Médicos de Família.

Mais lidas