COVID-19: Recuperados podem levar segunda dose da vacina se for precisa para viajar
DATA
18/10/2021 15:01:42
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



COVID-19: Recuperados podem levar segunda dose da vacina se for precisa para viajar

Os recuperados da COVID-19 em Portugal e que tenham de viajar para países que exijam as duas doses das vacinas já podem tomar a segunda dose, aponta uma norma da Direção-Geral da Saúde (DGS).

 

Em Portugal, o esquema vacinal para pessoas infetadas com a doença prevê a toma de apenas uma dose da vacina. Contudo, existem países como o Canadá ou o Reino Unido que pedem a quem vem de fora as duas doses. Nestes casos, a DGS fez uma adaptação para que estas não tenham de fazer quarentena nos países de destino.

“Para facilitar a vida a todas as pessoas que necessitem de se deslocar para países onde são exigidas duas doses, mesmo para as pessoas que recuperaram, quem necessitar dessa dose, dirige-se a um centro de vacinação, diz que se vai deslocar para um desses países e ser-lhe-á administrada a segunda dose”, esclareceu a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, em entrevista à RTP.

Os recuperados oriundos de Portugal, sem esta segunda dose, teriam de fazer uma quarentena de 14 dias ao chegar ao Canadá e de 10 dias ao Reino Unido.

You've got mail! - quando um aumento da acessibilidade não significa melhoria da acessibilidade
Editorial | António Luz Pereira, Direção da APMGF
You've got mail! - quando um aumento da acessibilidade não significa melhoria da acessibilidade

No ano de 2021, foram realizadas 36 milhões de consultas médicas nos cuidados de saúde primários, mais 10,7% do que em 2020 e mais 14,2% do que em 2019. Ou seja, aproximadamente, a cada segundo foi realizada uma consulta médica.