ARS com autorização para contratar profissionais para os centros de vacinação
DATA
15/11/2021 09:36:47
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS




ARS com autorização para contratar profissionais para os centros de vacinação

O Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales, anunciou que foi dada autorização às Administrações Regionais de Saúde (ARS) para contratarem todos os profissionais necessários para garantir que o processo de vacinação contra a gripe e a COVID-19 decorra dentro da normalidade.

António Lacerda Sales explicou que as ARS receberam orientações para contratar enfermeiros, médicos, assistentes técnicos e assistentes operacionais necessários para que o “processo decorresse dentro da normalidade e, obviamente, com os pagamentos a serem feitos dentro dos quadros legais já existentes à semelhança do que foi feito durante a primeira fase” da vacinação contra a COVID-19.

Quanto a uma possível reorganização dos hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) para aumentar a capacidade de resposta, o governante salientou que “o SNS já provou a sua capacidade de resposta, a sua resiliência a sua elasticidade e a sua expansibilidade relativamente à capacidade que tem de poder receber estes doentes”.

Sublinhou ainda que o Ministério da Saúde já pediu os planos de contingência, nomeadamente as escalas de urgência, para que pudessem apresentá-las até ao final do ano, para certificarem que os “hospitais estão preparados para um eventual aumento de casos”.

Governação Clínica
Editorial | Joana Romeira Torres
Governação Clínica

O Serviço Nacional de Saúde em Portugal foi criado e cresceu numa matriz de gestão napoleónica, baseada numa forte regulamentação, hierarquização e subordinação ao poder executivo, tendo como objeto leis e regulamentos para reger a atividade de serviços públicos no geral, existindo ausência de regulamentação relativa à sua articulação com os serviços sociais e económicos.

Mais lidas