COVID-19: BioNTech e Pfizer esperam ter resultado de estudo sobre nova variante em 15 dias
DATA
26/11/2021 17:13:17
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS


COVID-19: BioNTech e Pfizer esperam ter resultado de estudo sobre nova variante em 15 dias

O laboratório alemão BioNTech, aliado à Pfizer, espera ter os primeiros resultados de estudos sobre se a nova variante detetada na África do Sul resiste à proteção da vacina "o mais tardar em duas semanas".

"Imediatamente, lançamos estudos sobre a variante B.1.1.529" (detetada na África do Sul) que "difere claramente das variantes já conhecidas porque tem mutações adicionais na proteína spike", característica do vírus SARS-CoV-2, explicou o porta-voz da BioNTech à agência noticiosa Agence France-Presse.

A farmacêutica Pfizer e a BioNTech prepararam-se, há vários meses, para "ajustar a sua vacina em menos de seis semanas e administrar as primeiras doses em 100 dias” se uma variante for considerada resistente.

A estirpe B.1.1.529 tem um número “extremamente elevado” de mutações, de acordo com aqueles cientistas.

Esta nova variante do coronavírus foi detetada na África do Sul.

#sejamestrelas
Editorial | António Luz Pereira
#sejamestrelas

Ciclicamente as capas dos jornais são preenchidas com o número de novos médicos. Por instantes todos prestam atenção aos números. Sim, para muitos são apenas números. Para nós, são colegas que se decidiram pelo compromisso com os utentes nas mais diversas áreas. Por isso, queremos deixar a todos, mas especialmente aqueles que abraçaram este ano a melhor especialidade do Mundo uma mensagem: “Sejam Estrelas”.

Mais lidas