Estudo indica que 2,5 milhões de internautas acederam a sites de Saúde
DATA
09/12/2021 14:44:43
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



Estudo indica que 2,5 milhões de internautas acederam a sites de Saúde

Entre janeiro e setembro de 2021, foram dois milhões e 495 mil os residentes no Continente com 15 e mais anos que acederam a sites de saúde na navegação a partir de computador, o que corresponde a 29,1% do universo em análise, indicou um estudo da Marktest.

“Foi em julho que mais utilizadores acederam a estes sites, num total de três milhões e 31 mil, ao contrário de setembro, em que receberam dois milhões e 217 mil utilizadores únicos”, adiantou, frisando que na análise do perfil dos visitantes desta tipologia de sites, “50.1% são mulheres, 64% têm menos de 45 anos, 38% residem na Grande Lisboa ou Grande Porto e 59% pertencem às classes alta, média alta ou média”.

O netAudience é um estudo desenvolvido pela Marktest em parceria com a Gemius.

Mulher, autonomia e indicadores – uma história de retrocesso?
Editorial | Jornal Médico
Mulher, autonomia e indicadores – uma história de retrocesso?

O regime remuneratório das USF modelo B há muito que é tema para as mais diversas discussões, parecendo ser unânime a opinião de que necessita de uma revisão, inexistente de forma séria desde a sua implementação.