Estudo estima que demência atingirá 153 milhões de pessoas no mundo em 2050
DATA
07/01/2022 17:08:54
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



Estudo estima que demência atingirá 153 milhões de pessoas no mundo em 2050

Um novo estudo divulgado na publicação científica The Lancet Public Health estima que 153 milhões de pessoas no mundo terão demência em 2050, quase o triplo do estimado para 2019 (57 milhões), devido ao crescimento e envelhecimento da população. Para Portugal indica 351.504 pessoas com demência em 2050, menos do dobro do número previsto para 2019 (200.994).

O trabalho apresenta estimativas do número de adultos com 40 ou mais anos a viverem com demência em 204 países ou territórios, comparando projeções de 2019 e 2050, e considera quatro fatores de risco: tabagismo, obesidade, hiperglicemia (excesso de açúcar no sangue) e escolaridade baixa.

O aumento de casos é esperado em todos os países ou territórios abrangidos pelo estudo, mas o crescimento estimado será maior em países do norte de África, Médio Oriente e leste da África Subsariana.

De acordo com autores do estudo, a melhoria no acesso à educação pode levar a menos seis milhões de casos de demência no mundo até 2050, comparativamente ao número estimado. Contudo, ressalvam que o tabagismo, a hiperglicemia e a obesidade podem conduzir a sete milhões de casos de demência adicionais, face às projeções feitas para 2050.

#sejamestrelas
Editorial | António Luz Pereira
#sejamestrelas

Ciclicamente as capas dos jornais são preenchidas com o número de novos médicos. Por instantes todos prestam atenção aos números. Sim, para muitos são apenas números. Para nós, são colegas que se decidiram pelo compromisso com os utentes nas mais diversas áreas. Por isso, queremos deixar a todos, mas especialmente aqueles que abraçaram este ano a melhor especialidade do Mundo uma mensagem: “Sejam Estrelas”.

Mais lidas