Conhecidos os vencedores das bolsas de investigação Pfizer Portugal para a área do cancro da mama metastático
DATA
19/01/2022 15:06:38
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



Conhecidos os vencedores das bolsas de investigação Pfizer Portugal para a área do cancro da mama metastático

Terminou o processo de avaliação de propostas para as duas bolsas de investigação, promovidas pela Pfizer Portugal para a área do cancro da mama metastático. “Pipeline de descoberta de inibidores da CDK4/6 para o tratamento do cancro da mama metastático” e “Resposta imune mediada pelo interferão em doentes com cancro da mama metastático tratados com inibidores de CDK4/6 mais terapia endócrina” foram os projetos selecionados receberem uma bolsa no valor de 25 mil euros.

“A atribuição destas bolsas de investigação tinha como intuito o financiamento de projetos que contribuíssem para aprofundar o conhecimento clínico e que gerassem evidência no tratamento do Cancro da Mama Metastático com os inibidores CDK 4/6”, pode ler-se em nota enviada pela farmacêutica.

Submetido pela FARM-ID - Associação da Faculdade de Farmácia para a Investigação e Desenvolvimento, e tendo como investigadora principal Alexandra Brito, o projeto “Pipeline de descoberta de inibidores da CDK4/6 para o tratamento do cancro da mama metastático” tem como objetivo descobrir um novo fármaco para o tratamento de metástases de cancro da mama, atuando em múltiplos alvos de modo a evitar o desenvolvimento de resistência ao tratamento, considerando ainda a capacidade de atravessar a barreira hematoencefálica para o tratamento das metástases cerebrais.

Esta equipa liderada pela professora da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa (FFUL) conta com um especialista em Ciências Computacionais, André Falcão, e duas estudantes de doutoramento em Farmácia da FFUL, Joana Godinho-Pereira e Ana Rita Garcia.

O segundo projeto vencedor do iMM – Instituto de Medicina Molecular João Lobo Antune, com o mote “Resposta imune mediada pelo interferão em doentes com cancro da mama metastático tratados com inibidores de CDK4/6 mais terapia endócrina”, é liderado por Sandra Casimiro e por Luís Costa, respetivamente investigadora principal e co-investigador.

Este vai analisar a resposta imunitária e tumoral ao tratamento usado em primeira linha para tratar mulheres com cancro da mama metastático do tipo luminal, o mais comum, para identificar biomarcadores de prognóstico para benefício ou resistência a este tratamento.

Preparados para o Futuro? // Preparar o Futuro
Editorial | Conceição Outeirinho
Preparados para o Futuro? // Preparar o Futuro

O início da segunda década deste século, foram anos de testagem. Prova intensa, e avassaladora aos serviços de saúde e aos seus profissionais, determinada pelo contexto pandémico. As fragilidades do sistema de saúde revelaram-se de modo mais acentuado, mas por outro lado, deu a conhecer o nível de capacidade de resposta, nomeadamente dos seus profissionais.