Aumento de custos dificulta acesso a medicamentos essenciais
DATA
16/03/2022 11:10:26
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS


Aumento de custos dificulta acesso a medicamentos essenciais

A APOGEN – Associação Portuguesa de Medicamentos Genéricos e Biossimilares faz eco da sua preocupação sobre a subida abrupta da taxa de inflação.

Desde os preços da energia – combustíveis, eletricidade – e das matérias-primas, equipamentos e ferramentas, que influenciam a produção de medicamentos genéricos e biossimilares, a APOGEN sublinha o impacto negativo na  sustentabilidade do setor, com implicações diretas nas tecnologias de saúde e no acesso a áreas terapêuticas prioritárias.

Daí o alerta ­– “caso não sejam implementadas medidas urgentes [que assegurem a] cadeia de produção [de] genéricos e biossimilares” – para o “risco de comprometer a manutenção de muitos medicamentos no mercado, trazendo inevitáveis consequências no acesso e na geração de valor em saúde.” 

Os associados da APOGEN fazem questão de sublinhar que, atualmente, já sofrem “sérias dificuldades em garantir a produção” de inúmeros fármacos essenciais “porque, sucessivamente, os governos ignoraram fatores como a sustentabilidade do setor”.

É urgente desburocratizar os Cuidados de Saúde Primários
Editorial | Jornal Médico
É urgente desburocratizar os Cuidados de Saúde Primários

Neste momento os CSP encontram-se sobrecarregados de processos burocráticos inúteis, duplicados, desnecessários, que comprometem a relação médico-doente e que retiram tempo para a atividade assistencial.