Contagem decrescente para o 39.º Encontro Nacional MGF
DATA
28/03/2022 10:46:56
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS




Contagem decrescente para o 39.º Encontro Nacional MGF

Começa já dia 30 de março o 39.º Encontro Nacional de Medicina Geral e Familiar (MGF), que irá ocupar o Centro de Congressos de Aveiro, até dia 2 de abril, sob o mote “MGF no Centro da Saúde”.

Nuno Jacinto, presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF), ressalva a importância do evento para o reconhecimento do papel do médico de família, e para os cuidados de saúde primários (CSP) que são “um pilar essencial” não muito valorizado. Assim, considera necessário trazer a debate assuntos importantes “para a nossa agenda e para a agenda de quem pode decidir”.

O programa do Encontro conta com alguns momentos-chave. No primeiro dia serão selecionadas dez fotografias para exposição durante o evento e atribuído um prémio à melhor, sob o tema “Resiliência”, que inclui um livro dedicado à fotografia e uma inscrição gratuita no 40.º Encontro Nacional de MGF.

No dia 31 de março, decorrerá a sessão “A MGF pelo Mundo”, que dará a conhecer várias experiências da especialidade, moldadas por diferentes regiões do globo e sistemas de saúde. Marcarão presença na sessão Alexandre Gouveia, Alberto Pais e Marta Fragoeiro, três médicos de família portugueses que desenvolveram as suas carreiras além-fronteiras.

Já no dia 1 de abril, são vários os momentos a não perder. “O papel dos sindicatos no novo futuro da MGF” é o tema da sessão que contará com o Sindicato Independente dos Médicos (SIM) e com a Federação Nacional dos Médicos (FNAM), que visa “antever as principais batalhas de reivindicação e afirmação da MGF num futuro a curto e médio prazo e numa fase em que o Serviço Nacional de Saúde atravessa grandes pressões e dificuldades”.

Serão também apresentadas as cinco propostas finalistas da iniciativa “Vende-nos o teu projeto”, uma parceria entre a APMGF e a Agência de Investigação Clínica e Inovação Biomédica (AICIB), destinada a impulsionar a investigação na área dos cuidados de saúde primários.

A “WONCA 2025” será também uma sessão importante, onde se discutirá a abrangência de atuação e o papel internacional da WONCA, onde serão expostas oportunidades disponibilizadas aos associados da APMGF através de eventos, redes e grupos de interesse da estrutura.

Nuno Jacinto revela que, além da partilha de conhecimento, esperam “ouvindo os sócios e todos os colegas, ajudar a contribuir para a definição do caminho da Associação para os próximos meses, para os próximos tempos, e perceber quais são as prioridades, quer a nível de políticas de saúde, quer a nível da carreira, da organização de unidades, e também da parte científica e dos conhecimentos”. Contudo, o que também ambicionam é colocar os CSP, os centros de saúde e os médicos de família “no centro das decisões”.

Pode consultar todas as informações sobre o evento aqui.

As certezas enganadoras sobre os Outros
Editorial | Mário Santos, membro da Direção Nacional da APMGF
As certezas enganadoras sobre os Outros

No processo de reflexão da minha prática clínica, levo em conta para além do meu índice de desempenho geral (IDG) e da satisfação dos meus pacientes, a opinião dos Outros. Não deixo, por isso, de ler as entrevistas cujos destaques despertam em mim o interesse sobre o que pensam e o que esperam das minhas funções, como médico de família. Selecionei alguns títulos divulgados pelo Jornal Médico, que mereceram a minha atenção no último ano: