IPO Lisboa realiza formação sobre cancro hereditário do ovário dirigida a especialistas de MGF
DATA
02/05/2022 09:07:10
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS


IPO Lisboa realiza formação sobre cancro hereditário do ovário dirigida a especialistas de MGF

“Em Portugal, são diagnosticados anualmente cerca de 560 casos. Dois terços em estádios avançados”, relata o IPO Lisboa. Com o objetivo de assinalar o Dia do Cancro do Ovário, o instituto abre as portas do anfiteatro para uma formação presencial, a 9 de maio, dirigida aos internos e especialistas de MGF.

A formação é composta por dois momentos, primeiramente, sobre as “mutações genéticas associadas ao cancro do ovário” e, depois, dedicado ao tema “o que há para oferecer”.

Para tal, foram convidadas as seguintes palestrantes: Lúcia Correia, Beatriz Mira e Sofia Fernandes, médicas da Clínica de Risco Familiar; Maria Jesus Moura, psicóloga da Unidade de Psicologia​, do IPO Lisboa; e A​na Marujo, médica do Centro de Medicina Reprodutiva da Maternidade Alfredo da Costa – Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central.

Lúcia Correia sublinha: “O cancro do ovário é, frequentemente, diagnosticado em estádios avançados, o que contribui para o mau prognóstico que lhe está associado. Apesar de não existir, atualmente, nenhum método de rastreio, existe um subgrupo de mulheres que, por serem portadoras de mutações genéticas que lhes conferem um risco acrescido de cancro do ovário, podem ser alvo de medidas preventivas”.

A sessão é organizada pelo Serviço de Ginecologia do IPO e a inscrição é gratuita. Consulte o programa aqui.

Urgências no SNS – só empurrar o problema não o resolve
Editorial | Gil Correia
Urgências no SNS – só empurrar o problema não o resolve

É quase esquizofrénico no mesmo mês em que se discute a carência de Médicos de Família no SNS empurrar, por decreto, os doentes que recorrem aos Serviços de Urgência (SU) hospitalares para os Centros de Saúde. A resolução do problema das urgências em Portugal passa necessariamente pelo repensar do sistema, do acesso e de formas inteligentes e eficientes de garantir os cuidados na medida e tempo de quem deles necessita. Os Cuidados de Saúde Primários têm aqui, naturalmente, um papel fundamental.