APMGF: “Nenhuma avaliação de desempenho se pode sobrepor aos direitos individuais de uma pessoa”
DATA
11/05/2022 12:06:33
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS

APMGF: “Nenhuma avaliação de desempenho se pode sobrepor aos direitos individuais de uma pessoa”

Os médicos de família podem vir a ser penalizados quando acompanham mulheres que optam pela interrupção voluntária da gravidez, no seguimento da proposta do novo regime remuneratório das Unidades de Saúde Familiar modelo B. A Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF) lamenta este indicador e, embora perceba a necessidade de serem aferidas boas práticas em saúde na área do planeamento familiar a nível dos cuidados de saúde primários, considera que “este não é o caminho”.

Por favor faça login ou registe-se para aceder a este conteúdo

Sejam Felizes
Editorial | António Luz Pereira, vice-presidente da APMGF
Sejam Felizes

O início de cada ano é também o início do percurso de milhares de novos médicos. A todos, mas especialmente aqueles que como nós escolheram como futuro ser Médico de Família, queremos receber-vos com um desejo e um desafio. Que sejam felizes e façam com que aqueles que se cruzam convosco sejam felizes. Desejamos profundamente que este internato de formação específica em MGF seja um caminho de felicidade. Que se sintam totalmente realizados por terem escolhido a melhor especialidade do mundo. Que sejam felizes no internato, para que possam ser ainda mais felizes fora dele.

Mais lidas