Cefaleias em discussão no ciclo “365 Meet The Online Headache Expert”
DATA
04/07/2022 11:26:44
AUTOR
Jornal Médico
Cefaleias em discussão no ciclo “365 Meet The Online Headache Expert”

Realiza-se a 15 de julho, pelas 17h00, a terceira sessão do ciclo “365 Meet The Online Headache Expert”. O expert convidado deste webinar é Renato Oliveira, médico interno de Neurologia no Hospital da Luz (Lisboa) e membro da Direção da Sociedade Portuguesa de Cefaleias.

A iniciativa 365 Meet The Online Headache Expert é uma ação conjunta da APMGF e da Sociedade Portuguesa de Cefaleias (SPC), mas aberta a qualquer profissional de saúde português que deseje discutir casos difíceis, dúvidas clínicas ou estratégias de referenciação sobre cefaleias com um perito nacional.

As sessões, gratuitas, terão 60 minutos de duração e decorrerão mensalmente na terceira sexta-feira de cada mês, pelas 17h00. A inscrição é obrigatória neste link e pode optar por participar partilhando conteúdos, por exemplo, slides com informação clínica e/ou MCDTs anonimizados, ou artigos científicos (máximo 2 slides) para discussão ou através de participação simples, por chat ou vídeo, sem partilha de conteúdos.

Pode também consultar mais informações no sitesite da Sociedade Portuguesa de Cefaleias.

Internato centrado na grelha de avaliação curricular: defeito ou virtude?
Editorial | Denise Cunha Velho
Internato centrado na grelha de avaliação curricular: defeito ou virtude?

Sou do tempo em que, na Zona Centro, não se conhecia a grelha de avaliação curricular, do exame final da especialidade. Cada Interno fazia o melhor que sabia e podia, com os conselhos dos seus orientadores e de internos de anos anteriores. Tive a sorte de ter uma orientadora muito dinâmica e que me deu espaço para desenvolver projectos e actividades que me mantiveram motivada, mas o verdadeiro foco sempre foi o de aprender a comunicar o melhor possível com as pessoas que nos procuram e a abordar correctamente os seus problemas. Se me perguntarem se gostaria de ter sabido melhor o que se esperava que fizesse durante os meus três anos de especialidade, responderei afirmativamente, contudo acho que temos vindo a caminhar para o outro extremo.