“Descomplicar a oxigenoterapia” instrui profissionais de Saúde a lidar com doentes que dependem desta terapêutica
DATA
21/09/2022 10:18:20
AUTOR
Sofia Pinheiro
ETIQUETAS

“Descomplicar a oxigenoterapia” instrui profissionais de Saúde a lidar com doentes que dependem desta terapêutica

No próximo dia 22 de setembro, entre as 19h00 e as 20h30, a Academia Linde Saúde promove um webinar com o objetivo de auxiliar os profissionais de saúde que trabalham com a oxigenoterapia, dilucidando os desafios da instituição terapêutica em pessoas com doença crónica que dela dependem.

Nuno Cortesão, pneumologista e intensivista no Hospital da Luz Arrábida, é o especialista convidado deste webinar onde irá desconstruir vários conceitos e dúvidas relativos à oxigenoterapia.

O benefício clínico da oxigenoterapia está intrinsecamente dependente da sua correta utilização e consequente adesão ao tratamento, pelo que estes requisitos exigem um conhecimento aprofundado desta terapia por forma a equacionar as possibilidades técnicas existentes assim como as expectativas e contexto do doente.

Espera-se que no final desta sessão os participantes dominem a terapêutica da oxigenoterapia, assim como as suas indicações e características e compreendam critérios major, necessidades e características do doente.

O webinar tem como público alvo médicos, médicos internos, estudantes de Medicina, enfermeiros e fisioterapeutas e a emissão de certificado de participação fica dependente de uma frequência mínima de 75% do período total da sessão.

 Pode consultar mais informações sobre este webinar e respetivo processo de inscrição aqui.  

Urgências no SNS – só empurrar o problema não o resolve
Editorial | Gil Correia
Urgências no SNS – só empurrar o problema não o resolve

É quase esquizofrénico no mesmo mês em que se discute a carência de Médicos de Família no SNS empurrar, por decreto, os doentes que recorrem aos Serviços de Urgência (SU) hospitalares para os Centros de Saúde. A resolução do problema das urgências em Portugal passa necessariamente pelo repensar do sistema, do acesso e de formas inteligentes e eficientes de garantir os cuidados na medida e tempo de quem deles necessita. Os Cuidados de Saúde Primários têm aqui, naturalmente, um papel fundamental.