Bastonário defende que o SNS tem de continuar a formar médicos
DATA
05/12/2023 16:51:36
AUTOR
Jornal Médico
Bastonário defende que o SNS tem de continuar a formar médicos

O bastonário da Ordem dos Médicos, Carlos Cortes, defende que o Serviço Nacional de Saúde (SNS) tem a obrigação de continuar a formar médicos, mesmo que muitos deles continuem a sair, a custo zero, para o setor privado. “Obviamente que, neste momento, o Serviço Nacional de Saúde forma - e é uma obrigação formar esses médicos -, mas, a partir daí, o SNS também tem que ter capacidade para os poder contratar. E neste momento não tem”, disse Carlos Cortes, depois de sublinhar que o mais importante é o Ministério da Saúde garantir melhores condições de trabalho aos profissionais do SNS.

Por favor faça login ou registe-se para aceder a este conteúdo

Sejam Felizes
Editorial | António Luz Pereira, vice-presidente da APMGF
Sejam Felizes

O início de cada ano é também o início do percurso de milhares de novos médicos. A todos, mas especialmente aqueles que como nós escolheram como futuro ser Médico de Família, queremos receber-vos com um desejo e um desafio. Que sejam felizes e façam com que aqueles que se cruzam convosco sejam felizes. Desejamos profundamente que este internato de formação específica em MGF seja um caminho de felicidade. Que se sintam totalmente realizados por terem escolhido a melhor especialidade do mundo. Que sejam felizes no internato, para que possam ser ainda mais felizes fora dele.

Mais lidas