Displaying items by tag: ARS Norte

[caption id="attachment_5186" align="alignleft" width="184"]luispires Luís Pires, national access manager da AstraZeneca, sublinha o facto de esta farmacêutica “se assumir, desde 2006, uma parceira activa no desenvolvimento dos cuidados de saúde primários[/caption]

Numa promoção conjunta da AstraZeneca e da Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte, realiza-se amanhã, dia 04 de Dezembro, a partir das 09h00, no Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto (ISCAP), uma reunião subordinada ao tema “CPS – Desafios para 2014”, durante a qual os principais especialistas do sector se propõem reflectir sobre as linhas de actuação e estratégias concertadas com vista à melhoria, no próximo ano, dos Cuidados de Saúde Primários (CSP) na Região Norte.

No centro do debate estarão temas como a Contratualização 2014 e a externalização das consultas hospitalares, sempre numa perspectiva de reforçar o papel dos Agrupamentos de Centros de Saúde (ACES) na governação clínica, nomeadamente através da optimização da articulação de cuidados entre todas as Unidades Funcionais e com os Cuidados Hospitalares. Refira-se que a externalização das consultas hospitalares já está em curso na área materno infantil, encontrando-se em implementação a área dos diabetes.

Este encontro de reflexão destina-se, prioritariamente, aos responsáveis dos ACES da ARS do Norte, de quem se esperam contributos para os desejáveis planos de actuação em linha com as necessidades da população.

[caption id="attachment_5052" align="alignleft" width="120"]cernadasrui Para Rui Cernadas, Vice-Presidente da ARS Norte, “é através das parcerias que podemos, e devemos, promover a discussão entre níveis de cuidados e profissionais, procurando um espaço de diálogo e reflexão, aberto e não espartilhado pelos interesses institucionais, mas pelos direitos dos cidadãos à saúde”[/caption]

Para Rui Cernadas, Vice-Presidente da ARS Norte, “é através das parcerias que podemos, e devemos, promover a discussão entre níveis de cuidados e profissionais, procurando um espaço de diálogo e reflexão, aberto e não espartilhado pelos interesses institucionais, mas pelos direitos dos cidadãos à saúde”. E acrescenta: “Foi propositado o esforço de abranger a contratualização e a externalização dos cuidados assistenciais hospitalares, não só porque se insere numa linha de discussão da articulação de cuidados, como visa reforçar a acessibilidade e a proximidade do SNS aos cidadãos, para além de motivar a actualização e relacionamento entre os profissionais de saúde dos hospitais e dos cuidados de saúde primários”.

Por seu turno, Luís Pires, national access manager da AstraZeneca, sublinha o facto de esta farmacêutica “se assumir, desde 2006, uma parceira activa no desenvolvimento dos cuidados de saúde primários, consciente de que a indústria farmacêutica tem papel fundamental no apoio aos carenciados ACES”, recordando ainda o papel da empresa na promoção do SECA – encontro que todos os anos reúne os ACES a nível nacional.

Published in Atualidade
Pág. 6 de 6
Crónicas de uma pandemia anunciada
Editorial | Jornal Médico
Crónicas de uma pandemia anunciada

Era 11 de março de 2020, quando a Organização Mundial de Saúde declarou o estado de Pandemia por COVID-19 e a organização dos serviços saúde, como conhecíamos até então, mudou. Reorganizaram-se serviços, redefiniram-se prioridades, com um fim comum: combater o SARS-CoV-2 e evitar o colapso do Serviço Nacional de Saúde, que, sem pandemia, já vivia em constante sobrecarga.

Mais lidas