Adaptação é, sem sombra de dúvida, a palavra de ordem nos tempos que correm, em que o distanciamento social imposto pela pandemia de Covid-19 está a alterar a forma como vivemos, trabalhamos e nos relacionamos. Os serviços de saúde – “no olho do furacão” da infeção pelo SARS-CoV-2 – não são exceção a esta imperiosidade de ajuste. Com o dever ético de responder às necessidades dos seus utentes, mas também de garantir a segurança de todos os intervenientes na prestação de cuidados, as unidades estão a apostar na prática assistencial remota, através de videoconsultas.

Published in Atualidade
O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Editorial | Jornal Médico
O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. Encontrar uma nova visão e adotar uma nova estratégia útil na nossa prática clínica quotidiana. Valorizar as unidades de saúde por estarem a dar as respostas adequadas e seguras é o mínimo que se exige, mas é urgente e inevitável um plano de investimento nos centros de saúde do Serviço Nacional de Saúde.

Mais lidas