Displaying items by tag: Alfasigma Portugal

No dia 28 de fevereiro terminam as candidaturas para a Bolsa de Inovação Diagnóstica e Terapêutica em Cuidados de Saúde Primários (CSP), uma parceria da Alfasigma Portugal com o Update em Medicina. Destinada a subsidiar projetos de inovação diagnóstica e terapêutica, no âmbito dos CSP, esta bolsa tem um valor monetário total de três mil euros.

Published in Atualidade

A Alfasigma Portugal junta-se à 26.ª edição das Jornadas Nacionais Patient Care, um evento realizado pela Ad Médic, onde irá premiar os três melhores trabalhos que valorizem a atividade clínica do médico de Medicina Geral e Familiar (MGF). As candidaturas podem ser submetidas até dia 30 de dezembro de 2021.

Published in Atualidade

A Alfasigma Portugal, em parceria com o Update em Medicina, dá vida a mais uma edição da bolsa destinada a subsidiar projetos de inovação diagnóstica e terapêutica no âmbito dos cuidados de saúde primários, no valor total de três mil euros. As candidaturas deverão ser submetidas até ao dia 28 de fevereiro.

Published in Atualidade

A Alfasigma Portugal e o Update em Medicina reeditam, a 13 de outubro, pelas 21h00, as suas sessões interativas, com perguntas à audiência, desta vez tendo por referência temática o (velho) endotélio vascular como novo alvo terapêutico. As inscrições decorrem até às 24h00 do dia 11 de outubro.

Published in Atualidade
Internato centrado na grelha de avaliação curricular: defeito ou virtude?
Editorial | Denise Cunha Velho
Internato centrado na grelha de avaliação curricular: defeito ou virtude?

Sou do tempo em que, na Zona Centro, não se conhecia a grelha de avaliação curricular, do exame final da especialidade. Cada Interno fazia o melhor que sabia e podia, com os conselhos dos seus orientadores e de internos de anos anteriores. Tive a sorte de ter uma orientadora muito dinâmica e que me deu espaço para desenvolver projectos e actividades que me mantiveram motivada, mas o verdadeiro foco sempre foi o de aprender a comunicar o melhor possível com as pessoas que nos procuram e a abordar correctamente os seus problemas. Se me perguntarem se gostaria de ter sabido melhor o que se esperava que fizesse durante os meus três anos de especialidade, responderei afirmativamente, contudo acho que temos vindo a caminhar para o outro extremo.