segunda-feira, 11 fevereiro 2019 09:55

OF: Ana Paula Martins reeleita bastonária

A atual bastonária da Ordem dos Farmacêuticos (OF), Ana Paula Martins, foi hoje reeleita para o triénio 2019/2021 com 91,28% dos votos, naquele que é o seu segundo mandato como representante.

Published in Atualidade
quinta-feira, 27 setembro 2018 11:40

Prejuízo de 63% das farmácias preocupa bastonária

A bastonária da Ordem dos Farmacêuticos, Ana Paula Martins, denunciou que existem 1.835 farmácias com prejuízo - 63% da rede - e que o setor da distribuição tem centenas de milhões de euros em créditos das farmácias.

Published in Atualidade

A Ordem dos Farmacêuticos quer voltar a ter apenas nas farmácias alguns medicamentos não sujeitos a receita médica que atualmente se vendem noutras superfícies, entre os quais a contraceção de emergência, de forma a evitar o uso abusivo.

Published in Atualidade

A preparação de medicamentos para a Oncologia, o apoio às cirurgias e distribuição de fármacos deverão ser as áreas mais atingidas pela greve dos farmacêuticos, a qual é apoiada pela Ordem que representa esta classe e a dos médicos.

Published in Atualidade

A bastonária da Ordem dos Farmacêuticos, Ana Paula Martins, manifestou ontem “apoio incondicional” à candidatura de Portugal para receber a futura sede da Agência Europeia do Medicamento (EMA).

Published in Atualidade

hospitalsantamaria

A nova farmácia do ambulatório do Hospital de Santa Maria, em Lisboa, foi considerada a "prova viva" de um serviço criado com a preocupação de colocar o cidadão no centro das atenções, por parte da bastonária da Ordem dos Farmacêuticos (OF).

Ana Paula Martins falou no final de uma visita às novas instalações para dispensa de medicamentos aos doentes em ambulatório, inserida no âmbito dos roteiros farmacêuticos que está a promover desde que tomou posse como bastonária.

Aquando da sua tomada de posse, a bastonária da OF havia afirmado que o grande desafio da Ordem é o de colocar o doente em primeiro lugar, promover a cooperação em vez da competição entre profissionais de saúde, assim como apostar numa maior garantia da segurança dos medicamentos e maior envolvimento dos farmacêuticos no sistema de saúde.

Na visita realizada ontem à nova farmácia do Santa Maria, esta responsável afirmou: “Estamos num espaço inovador, naquele que continua a ser um centro hospitalar [Lisboa Norte] que nos garante o mais importante do Serviço Nacional de Saúde (SNS). Esta é a prova de um espaço requalificado para servir os doentes, com serviços farmacêuticos de referência, bem como serviços e experiências únicos e inovadores”.

Ana Paula Martins afirmou que os farmacêuticos hospitalares colaboram com outros profissionais há muito tempo e nota-se um maior envolvimento nas equipas hospitalares, acrescentando que há que cooperar, “sem atitudes corporativas, porque o espaço é do cidadão”.

As novas instalações para dispensa de medicamentos em ambulatório foram criadas num espaço exterior em que os cidadãos não precisam de entrar no hospital para levantar os seus medicamentos e são atendidos por profissionais de excelente qualidade.

O presidente do concelho de administração do Hospital de Santa Maria, Carlos Martins, referiu que na farmácia do ambulatório são atendidos diariamente mais de 400 cidadãos. “Cumprimos a nossa missão, em termos de património público e de humanização dos serviços”, acrescentou o responsável.

Para Ana Paula Martins, este exemplo confirmou as dúvidas que a Ordem tinha em termos de viabilidade de uma farmácia comercial num espaço hospitalar, o que acabou por resultar de forma bastante positiva.

Published in Atualidade

BastonariaFarmaceuticos

A bastonária da Ordem dos Farmacêuticos, Ana Paula Martins, visitou o concelho de Vila Franca de Xira para contacto com os cuidados de saúde locais, com particular atenção à actividade desenvolvida pelos farmacêuticos na Farmácia Hospitalar, nas Farmácias Comunitárias e nos Laboratórios de Análises Clínicas.

A iniciativa constitui a primeira etapa de um projecto que levará a dirigente, ao longo do seu mandato, a diversas regiões do país com o objectivo de traçar um quadro socioeconómico das actividades farmacêuticas, onde se destaquem e promovam as boas práticas e se procurem soluções para as dificuldades e insuficiências que persistem em ambientes de isolamento ou de crise.

Ana Paula Martins reuniu com a Administração do Hospital de Vila Franca e visitou de seguida os serviços farmacêuticos da unidade, inteirando-se das condições de trabalho dos especialistas de Farmácia Hospitalar, em especial no que respeita às garantias de segurança que o medicamento exige na sua prescrição, preparação e dispensa, quer no internamento, quer no ambulatório. O hospital, gerido em regime de parceria público-privada, serve uma população que se aproxima dos 250 mil cidadãos e conta no seu quadro com cerca de uma dezena de farmacêuticos.

A dirigente da Ordem dos Farmacêuticos destacou a importância de aos farmacêuticos hospitalares, especialidade que reúne cerca de oito centenas de farmacêuticos em todo o país, ser reconhecida uma carreira, à imagem do que há muito acontece com outros profissionais de saúde, como é o caso dos médicos, por força da autonomia técnica e deontológica e pelo elevado grau de especialização das funções e responsabilidade dos farmacêuticos hospitalares. A carreira farmacêutica é uma aspiração de décadas que tem sido adiada, sem justificação compreensível, por governos sucessivos, gerando perdas de motivação para os farmacêuticos hospitalares e condições de exercício preocupantes pela falta de formação estruturada e renovação de quadros, tanto mais que a criação da carreira respeita, em termos de despesa, o princípio da neutralidade orçamental.

A passagem de Ana Paula Martins por Vila Franca incluiu ainda a visita ao Laboratório de Análises Clínicas Dra. Elisabeth Barreto, em Benavente, e à Farmácia Moderna, no centro da cidade. A meio da tarde, a bastonária reuniu-se, nos Paços do Conselho, com o Presidente da Câmara de Vila Franca de Xira, Alberto Mesquita.

Published in Mundo

IMG_5220
A farmacêutica Ana Paula Martins entregou na quarta-feira, 30 de dezembro, a sua candidatura a bastonária da Ordem dos Farmacêuticos para o triénio 2016-2018, cuja eleição vai decorrer em fevereiro.

Segundo um comunicado, a candidatura foi entregue na sede da Ordem dos Farmacêuticos, em Lisboa.

Na entrega da candidatura, Ana Paula Martins foi acompanhada por Helena Farinha, candidata à Direção Nacional, e por Pedro Borrego, delegado de fiscalização, acrescenta.

Para a Mesa da Assembleia Geral, a candidatura apresenta os nomes de Jorge Nunes de Oliveira, João Silveira e Catarina Coelho.

Ao Conselho Jurisdicional concorrem Margarida Caramona, João Paulo Vaz e Carlos Afonso.

O atual bastonário da Ordem dos Farmacêuticos é Carlos Maurício Barbosa.

Lusa

Published in Mundo
2020: Linhas de provocação de uma nova década com novas obrigações para novos contextos
Editorial | Rui Nogueira
2020: Linhas de provocação de uma nova década com novas obrigações para novos contextos

Este ano está quase a terminar e uma nova década vai chegar. O habitual?! Veremos! Na saúde temos uma viragem em curso e tal como há 40 anos, quando foi fundado o Serviço Nacional de Saúde (SNS), há novos enquadramentos, novas responsabilidades, novas ideias e novas soluções.

Mais lidas