Displaying items by tag: António Arnaut

O Primeiro-Ministro, António Costa, e a Ministra da Saúde, Marta Temido, inauguram esta terça-feira, dia 12 de março, o Centro de Saúde do Cadaval, que será batizado com o nome do ‘pai’ do Serviço Nacional de Saúde, António Arnaut.

Published in Atualidade

A Assembleia da República (AR) aprovou, hoje, por unanimidade, um voto de pesar pela morte de António Arnaut, apelidado “pai” do Serviço Nacional de Saúde (SNS), enaltecendo a “coragem cívica e política” do antigo ministro.

Published in Atualidade

O primeiro-ministro, António Costa, considera que Portugal perdeu “uma grande referência da causa pública” com a morte “do ‘pai’ do Serviço Nacional de Saúde (SNS)”, António Arnaut”, que faleceu hoje em Coimbra, aos 82 anos.

Published in Atualidade

O Presidente da República (PR) recorda António Arnaut como um empenhado “batalhador pela justiça social”, tendo sido a criação do Serviço Nacional de Saúde (SNS) “o exemplo mais marcante”.

Published in Atualidade

A Ordem dos Médicos (OM) afirma que António Arnaut foi sempre um defensor acérrimo do Serviço Nacional de Saúde (SNS), devendo-se a ele não só “a génese do SNS”, mas também a “sua defesa continuada em diversas circunstâncias”.

Published in Atualidade

O presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos, Carlos Cortes, lamentou a morte de António Arnaut, conhecido como o “pai” do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Published in Atualidade

O ministro da Saúde recordou António Arnaut não só como o “pai” do Serviço Nacional de Saúde (SNS), mas também como uma “figura de referência” em termos de influência cívica e com grande devoção à causa pública.

Published in Atualidade

O antigo ministro dos Assuntos Sociais, António Arnaut, fundador do Serviço Social de Saúde e cofundador do PS, morreu hoje em Coimbra, aos 82 anos.

Published in Atualidade
Pág. 1 de 3
Crónicas de uma pandemia anunciada
Editorial | Jornal Médico
Crónicas de uma pandemia anunciada

Era 11 de março de 2020, quando a Organização Mundial de Saúde declarou o estado de Pandemia por COVID-19 e a organização dos serviços saúde, como conhecíamos até então, mudou. Reorganizaram-se serviços, redefiniram-se prioridades, com um fim comum: combater o SARS-CoV-2 e evitar o colapso do Serviço Nacional de Saúde, que, sem pandemia, já vivia em constante sobrecarga.

Mais lidas