Displaying items by tag: Eleições

Os médicos votaram ontem, 19 de janeiro, até às 19h00, para eleger os novos corpos dirigentes da Ordem dos Médicos para o triénio 2023/2025. Entre os seis candidatos a bastonário, em face dos resultados oficiosos apurados, nenhum obteve a maioria necessária a vencer à primeira volta, passando à segunda volta: Carlos Cortes, especialista em Patologia Clínica e presidente da Secção Regional do Centro da OM, e Rui Nunes, otorrinolaringologista e professor na Faculdade de Medicina na Universidade do Porto.

 

 

 

Published in Atualidade
Nuno Neves foi eleito Presidente da Direção da Sociedade Portuguesa de Patologia da Coluna Vertebral (SPPCV) até 2022.
Published in Atualidade

A lista liderada por António Massa venceu as eleições para os órgãos nacionais da Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia (SPDV). As eleições decorreram a 21 de novembro, durante a Assembleia Eleitoral da SPDV.

Published in Atualidade

A lista SER APMGF, liderada por Nuno Jacinto, ganhou as eleições para os órgãos nacionais da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF). Estas decorreram a 21 de novembro, tendo a lista sido eleita com 283 votos para a Direção Nacional, 277 para o Conselho Fiscal e 284 para a Mesa da Assembleia Geral.

 

Published in Atualidade

O Bloco de Esquerda/Açores entregou ontem uma queixa ao provedor do utente da Saúde, alertando para as dificuldades de acesso a cuidados médicos e à falta de recursos humanos em todas as ilhas do arquipélago.

Published in Atualidade

A Ordem dos Médicos (OM) vai implementar, pela primeira vez, o sistema de voto eletrónico num ato eleitoral. A estreia está prevista para a eleição das direções dos Colégios de Especialidade para o triénio de 2018-2020 já no próximo dia 16 de novembro.

Published in Atualidade
É urgente desburocratizar os Cuidados de Saúde Primários
Editorial | Jornal Médico
É urgente desburocratizar os Cuidados de Saúde Primários

Neste momento os CSP encontram-se sobrecarregados de processos burocráticos inúteis, duplicados, desnecessários, que comprometem a relação médico-doente e que retiram tempo para a atividade assistencial.