Os sindicatos médicos apelaram ao primeiro-ministro para intervir nas negociações, que se “têm vindo a arrastar por responsabilidade do Governo”, e que estas sejam “prontamente retomadas” na “forma adequada e na presença de todos os necessários interlocutores”.

Published in Atualidade

A Federação Nacional dos Médicos (FNAM) exige a abertura imediata de concursos para recém-especialistas, alertando que a contratação de aposentados incita a saída de jovens médicos do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Published in Atualidade

O ex-dirigente do Bloco de Esquerda (BE), João Semedo, morreu hoje, aos 67 anos, vítima de cancro nas cordas vocais. 

Published in Atualidade

A Federação Nacional dos Médicos (FNAM) esteve presente na reunião dos sindicatos médicos com o Ministério da Saúde, representado pela Secretária de Estado da Saúde, Rosa Valente de Matos.

Published in Atualidade

Estava agendada para esta terça-feira, dia 19 de junho, a primeira reunião pós-greve com os médicos. No entanto, a mesma foi desmarcada pelo Ministério da Saúde.

Published in Atualidade

A Federação Nacional dos Médicos (FNAM) exige a transparência na atribuição de vagas, após tomar conhecimento do mapa de vagas para o acesso às especialidades publicado pela Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS).

Published in Atualidade

O Sindicato Independente dos Médicos (SIM) escreveu aos ministros da Saúde e das Finanças pedindo que fossem abertos rapidamente concursos médicos para colocar centenas de médicos recém-especialistas nas unidades do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Published in Atualidade

A Convenção Nacional da Saúde, que arranca hoje na Culturgest, em Lisboa, conta com a participação de cerca de 90 instituições de saúde e visa defender mais financiamento e ajudar a criar um pacto para o setor.

Published in Atualidade
Pág. 3 de 13
800 milhões de euros para o Serviço Nacional de Saúde
Editorial | Jornal Médico
800 milhões de euros para o Serviço Nacional de Saúde

Se não os tivéssemos seria bem pior! O reforço do Programa Operacional da Saúde com 800 milhões de euros pode ser entendido como sinal político de valorização do setor da saúde. Será uma viragem na política restritiva? O Serviço Nacional de Saúde (SNS) de 40 anos precisa de cuidados intensivos! Há novos enquadramentos, novas responsabilidades, novas ideias e novas soluções. É urgente pensarmos na nova década com rigor e disponibilidade sincera.

Mais lidas