quinta-feira, 21 setembro 2017 09:57

Governo e médicos "perto de acordo"

O ministro da Saúde, Campos Fernandes, afirmou ontem, em Bruxelas, estar “muito mais perto” de um acordo com os médicos, garantindo que duas das reivindicações destes profissionais estão “praticamente” atendidas.

Published in Atualidade

Greves rotativas pelo país, uma paralisação nacional e uma concentração em Lisboa são algumas das formas de luta que os médicos ponderam para a segunda semana de outubro, revelou à Agência Lusa fonte da Federação Nacional de Médicos (FNAM).

Published in Atualidade

Os sindicatos médicos reafirmaram a intenção de fazer uma nova greve nacional após as eleições autárquicas, caso o Ministério das Saúde se mantenha sem apresentar contrapropostas às reivindicações sindicais.

Published in Atualidade

O Sindicato Independente dos Médicos (SIM) garante que os especialistas saíram com “uma mão cheia de nada” da reunião com o Governo, agendada para a passada sexta feira, onde foram discutidas as reivindicações que se arrastam há cerca de um ano e meio, sendo objetivo da mesma que o executivo apresentasse uma contraposta negocial. Sob ameaça de greve, aquela entidade sindical acusa o Governo de não deixar outra alternativa à classe médica.

Published in Atualidade

A Federação Nacional dos Médicos (FNAM) e o Sindicato Independente dos Médicos (SIM) consideram necessária a contratação de 300 médicos de família, que dariam assistência a 570 mil utentes e pediram aos presidentes das câmaras dos distritos da zona centro para que sensibilizem o Ministério da Saúde.

Published in Atualidade

Os médicos anunciaram recentemente que vão realizar uma greve de dois dias na primeira semana de outubro, após o período eleitoral, se a nova proposta negocial que o governo vai apresentar não levar em conta as suas reivindicações.

Published in Atualidade

O presidente da Federação Nacional dos Médicos (FNAM) considerou ontem que uma reunião mantida com o ministro da Saúde permitiu o “desbloqueamento e avanços” em matérias que motivaram a greve destes profissionais na semana passada.

Published in Atualidade

Os sindicatos médicos avisam o Governo que não admitem ser tratados como “um grupo de garotos”, apelam para a intervenção do primeiro-ministro para desbloquear as negociações e admitem endurecer as formas de luta se nada acontecer nas próximas semanas.

Published in Atualidade
Pág. 8 de 13
800 milhões de euros para o Serviço Nacional de Saúde
Editorial | Jornal Médico
800 milhões de euros para o Serviço Nacional de Saúde

Se não os tivéssemos seria bem pior! O reforço do Programa Operacional da Saúde com 800 milhões de euros pode ser entendido como sinal político de valorização do setor da saúde. Será uma viragem na política restritiva? O Serviço Nacional de Saúde (SNS) de 40 anos precisa de cuidados intensivos! Há novos enquadramentos, novas responsabilidades, novas ideias e novas soluções. É urgente pensarmos na nova década com rigor e disponibilidade sincera.

Mais lidas