O bastonário da Ordem dos Médicos (OM), Miguel Guimarães, que se recandidata ao cargo sem concorrentes, assume como prioridade do triénio 2020/2022, recuperar a dignidade dos médicos e restituir a ideia de que “vale a pena trabalhar no Serviço Nacional de Saúde (SNS)”. Em entrevista à agência noticiosa Lusa, o responsável afirma que o panorama atual é marcado por insatisfação e desmotivação dos profissionais e por “completa desvalorização do conhecimento e da responsabilidade dos médicos na sociedade civil”.

Published in Atualidade
Deixar cair com violência o que é desnecessário e aproveitar a oportunidade
Editorial | Rui Nogueira, presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar
Deixar cair com violência o que é desnecessário e aproveitar a oportunidade

Assaltar o desnecessário. Rasgar a burocracia. Rejeitar o desperdício. Anular a perda de tempo. As aprendizagens da pandemia serão uma ótima oportunidade para acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. O estado de emergência e o estado de calamidade ensinaram-nos muito! É necessário desconfinar o centro de saúde e reinventar o conceito com unidades de saúde aprendentes e inovadoras.

Mais lidas