Displaying items by tag: Marta Temido

O grupo José de Mello Saúde (JMS) considerou hoje “insustentável” continuar a assumir integralmente os custos do tratamento no Hospital de Braga de doentes com HIV, esclerose múltipla e hepatite C.

Published in Atualidade

A ministra da Saúde admitiu que vai equacionar “todas as fórmulas”, caso não haja consenso com os enfermeiros, de forma a garantir que o Serviço Nacional de Saúde não fique refém destes profissionais.

Published in Atualidade

A ministra da Saúde, Marta Temido, considera que a falta de anestesistas na Urgência da Maternidade Alfredo da Costa (MAC), em Lisboa, comprova a necessidade de ter um Serviço Nacional de Saúde (SNS) com profissionais em dedicação exclusiva.

Published in Atualidade

Após a reunião com a ministra da Saúde, Marta Temido, os sindicatos dos enfermeiros informaram a imprensa que vão manter a paralisação que está prevista para o próximo mês.

Published in Atualidade

A ministra da Saúde, Marta Temido, vai receber hoje os sindicatos dos enfermeiros com o objetivo de encontrar soluções e “desenvolver uma reflexão conjunta” sobre o setor, em especial sobre a profissão de enfermeiro.

Published in Atualidade

O Ministério da Saúde convidou os sindicatos dos enfermeiros para uma reunião conjunta já esta sexta-feira, dia 21 de dezembro, à margem das negociações com estes profissionais de saúde.

Published in Atualidade

O PS vai promover esta terça-feira um debate sobre a futura Lei de Bases da Saúde, no qual irão participar a ministra da Saúde, Marta Temido, e a coordenadora do grupo de trabalho nomeado pelo Governo para esta reforma, Maria de Belém Roseira.

Published in Atualidade

A ministra da Saúde, Marta Temido, lamentou a morte de quatro profissionais na sequência da queda de um helicóptero do INEM e agradeceu toda a “dedicação, empenho e coragem das equipas de emergência médica ao serviço do socorro em Portugal”.

Published in Atualidade
Pág. 6 de 9
Um ano depois…
Editorial | Susete Simões
Um ano depois…

Corria o ano de 2020. A Primavera estava a desabrochar e os dias mais quentes e longos convidavam a passeios nos jardins e nos parques, a convívios e desportos ao ar livre. Mas quando ela, de facto, chegou, a vida estava em suspenso e tudo o que era básico e que tínhamos como garantido, tinha fugido. Vimos a Primavera através de vidros, os amigos e familiares pelos ecrãs. As ruas desertas, as mensagens nas varandas, as escolas e parques infantis silenciosos. Faz agora um ano.

Mais lidas