Displaying items by tag: Marta Temido

A taxa de transmissibilidade (RT) da Covid-19 em Portugal subiu nos últimos dias, situando-se acima de um (1), afirmou hoje a ministra da Saúde.

Published in Atualidade
quarta-feira, 12 agosto 2020 17:56

Covid-19: Portugal com 12.519 casos ativos e 161 surtos

Portugal tem atualmente 12.519 casos ativos de covid-19 e 161 surtos, anunciou hoje a ministra da Saúde em conferência de imprensa.

Published in Atualidade

A ministra da Saúde afirmou hoje que, contando com as não presenciais, na primeira metade do ano se realizou menos um milhão de consultas do que no mesmo período de 2019, quando foram feitas 31 milhões.

Published in Atualidade

A ministra da Saúde afirmou hoje que permanece uma tendência decrescente de novos contágios de Covid-19 na região de Lisboa e Vale do Tejo e que o rácio de transmissibilidade (RT) está em 0,94, com uma “evolução favorável”.

Published in Atualidade

A ministra da Saúde, Marta Temido, disse hoje que os últimos dados sobre a taxa de incidência da Covid-19 em Portugal são “um sinal encorajador”, tendo em conta que atualmente está situada em 19% por 100.000 habitantes.

Published in Atualidade

A ministra da Saúde afirmou hoje que os 30 ventiladores que apresentam falhas foram doados e não comprados pelo Serviço Nacional de Saúde (SNS), que desde março reuniu 1.743 daqueles equipamentos, tendo comprado 946.

Published in Atualidade

Portugal contabiliza atualmente um total de 206 surtos ativos de Covid-19, anunciou hoje a ministra da Saúde, Marta Temido, na conferência de imprensa regular sobre a evolução da pandemia no país.

Published in Atualidade

A ministra da Saúde afirmou hoje que houve um excesso de mortalidade em Portugal de 2.973 óbitos, mais 9%, entre março – em que teve início o estado de emergência devido à Covid-19 – e junho, em comparação com o mesmo período de 2019.

Published in Atualidade
Pág. 2 de 9
Um ano depois…
Editorial | Susete Simões
Um ano depois…

Corria o ano de 2020. A Primavera estava a desabrochar e os dias mais quentes e longos convidavam a passeios nos jardins e nos parques, a convívios e desportos ao ar livre. Mas quando ela, de facto, chegou, a vida estava em suspenso e tudo o que era básico e que tínhamos como garantido, tinha fugido. Vimos a Primavera através de vidros, os amigos e familiares pelos ecrãs. As ruas desertas, as mensagens nas varandas, as escolas e parques infantis silenciosos. Faz agora um ano.

Mais lidas