A Câmara Municipal de Oeiras, no distrito de Lisboa, anunciou um investimento de 120 mil euros, durante três anos, no projeto Quiosque da Saúde, que visa melhorar o acesso da população a cuidados de saúde primários (CSP).

Published in Atualidade

Sinalética centro de saúde

O Centro de Saúde de Carnaxide, em Oeiras, estrutura que vai servir 30 mil utentes, vai começar a ser construído na quarta-feira, estando a obra orçada em cerca de 2,2 milhões de euros.

Actualmente localizado num prédio de habitação, o Centro de Saúde de Carnaxide era visto pela Câmara de Oeiras como um "caso preocupante".

O lançamento da primeira pedra do futuro edifício será realizado na quarta-feira e a obra deverá estar concluída em Fevereiro de 2016.

A obra vai ser construída no antigo Quintal Desportivo de Carnaxide, em terreno cedido pela autarquia.

Para o presidente da Câmara de Oeiras, Paulo Vistas, o novo equipamento é "uma obra há muito desejada pela população de Carnaxide, que tem vindo a aumentar, e responderá às necessidades prementes".

O novo Centro de Saúde de Carnaxide vai criar 24 postos de trabalho e deverá servir 30 mil utentes nas valências de medicina familiar, com duas unidades.

Para a cerimónia de lançamento da primeira pedra do futuro Centro de Saúde de Carnaxide são esperados o presidente da Câmara de Oeiras, Paulo Vistas, e o presidente do Conselho Directivo da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), Luís Cunha Ribeiro.

Published in Mundo

[caption id="attachment_5369" align="alignleft" width="300"]CSCarnaxide O presidente da Câmara de Oeiras, Paulo Vistas, esclareceu que já foi agendada uma reunião com a presidente do Agrupamento de Centros de Saúde de Oeiras para discutir o agendamento de um encontro com o presidente da Administração Regional de Saúde (ARS) de Lisboa e Vale do Tejo. "Queremos perceber, junto do presidente da ARS, qual é a vontade do Governo sobre o centro de saúde de Carnaxide e de Barcarena? Saber qual a estratégia e daí saber se será ou não necessário solicitar uma reunião com o secretário de Estado", afirmou Paulo Vistas[/caption]

A Assembleia Municipal de Oeiras aprovou hoje uma moção, apresentada pelo PS, em que defende a urgência de esclarecimentos do Governo sobre os novos centros de saúde de Carnaxide e Barcarena.

No documento, pede-se à assembleia municipal para "censurar o Ministério da Saúde pelos sucessivos adiamentos de planificação ou execução de respostas para os necessários novos centros de saúde de Carnaxide e Barcarena".

Da mesma forma, pede-se à Câmara de Oeiras (liderada pelo movimento independente Isaltino Oeiras Mais à Frente) que peça "com urgência" esclarecimentos ao Ministério da Saúde sobre o incumprimento do protocolo celebrado com a autarquia relativamente à construção do novo centro de saúde de Carnaxide e sobre a sua disponibilidade para soluções ao novo centro de saúde de Barcarena.

O presidente da Câmara de Oeiras, Paulo Vistas, esclareceu que já foi agendada uma reunião com a presidente do Agrupamento de Centros de Saúde de Oeiras para discutir o agendamento de um encontro com o presidente da Administração Regional de Saúde (ARS) de Lisboa e Vale do Tejo.

"Queremos perceber, junto do presidente da ARS, qual é a vontade do Governo sobre o centro de saúde de Carnaxide e de Barcarena? Saber qual a estratégia e daí saber se será ou não necessário solicitar uma reunião com o secretário de Estado", afirmou Paulo Vistas.

A moção socialista foi aprovada com os votos favoráveis do PS, do movimento Isaltino Oeiras Mais À Frente (IOMAF), da CDU e do Bloco de Esquerda, merecendo os votos contra dos deputados do PSD e do CDS.

Published in Atualidade
Serviço Nacional de Saúde – 40 Anos
Editorial | Jornal Médico
Serviço Nacional de Saúde – 40 Anos

Reler as origens do Serviço Nacional de Saúde ajuda a valorizar o presente e pode ser uma forma de aprender para investir no futuro com melhor fundamentação

Mais lidas