Portugal vai recrutar 12 mil voluntários para aferir, com uma amostra representativa da população, a prevalência da infeção respiratória por SARS-CoV-2 no país, um estudo que arranca hoje envolvendo várias entidades parceiras.

Published in Atualidade

A Fundação Portuguesa do Pulmão alerta para a necessidade de se reforçarem, a breve trecho, as medidas de combate à infeção pelo SARS-CoV-2 e pelo influenza, justificando que “não se apresenta consolidada, nem em Portugal, nem a nível mundial, a situação epidemiológica da pandemia de Covid-19, sendo expetável um aumento significativo do número de casos de infeção pelo SARS-CoV-2, na sequência da época fria que se aproxima e da nova fase da vida social, com o início da escolaridade e a abertura de outras atividades”.

Published in Atualidade

As crianças têm um papel mais importante na propagação comunitária da Covid-19 do que se julgava, com cargas virais superiores às dos adultos doentes, mas permanecendo assintomáticas, indica um estudo hoje divulgado.

Published in Atualidade

Vírus transmitidos pelo ar – como o da gripe (influenza) – podem propagar-se através do pó, fibras e outras partículas microscópicas, segundo um estudo levado a cabo por investigadores da Universidade de Califórnia e cujos resultados, com implicações na transmissão do novo coronavírus, foram hoje publicados no Nature Communications.

Published in Atualidade

Portugal aderiu ao ensaio clínico Solidarity, delineado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para recolher evidência científica sobre algumas opções de tratamento para a Covid-19, e que vai decorrer em vários centros de investigação do País.

Published in Atualidade
Investigadores do Instituto de Investigação e Inovação em Saúde (i3S) da Universidade do Porto vão estudar a evolução do novo coronavírus, nomeadamente as cadeias de transmissão e as mutações, com base em amostras de doentes infetados da região Norte.
Published in Atualidade
Pág. 2 de 2
O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Editorial | Jornal Médico
O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. Encontrar uma nova visão e adotar uma nova estratégia útil na nossa prática clínica quotidiana. Valorizar as unidades de saúde por estarem a dar as respostas adequadas e seguras é o mínimo que se exige, mas é urgente e inevitável um plano de investimento nos centros de saúde do Serviço Nacional de Saúde.

Mais lidas