Displaying items by tag: acesso a medicamentos

Cem anos depois da descoberta da insulina por cientistas canadianos, cerca de metade dos 100 milhões de pessoas que precisam desta hormona para tratamento da diabetes não tem acesso ao produto, segundo dados divulgados a 26 de novembro.

Published in Atualidade

Arranca hoje a campanha nacional “Dê Troco a Quem Precisa”, promovida pelo Programa Abem: Rede Solidária do Medicamento, da Associação Dignitude, e a decorrer até ao dia 25 de dezembro em mais de 700 farmácias. Com cerca de 12 mil pessoas identificadas pelos parceiros da associação como estando a viver em situação de pobreza e sem possibilidade de comprar medicamentos prescritos pelo médico, a iniciativa apela à doação do troco para um fundo solidário.

Published in Atualidade

A ministra da Saúde, Marta Temido, rejeita a existência de dificuldades no acesso a medicamentos inovadores por motivos financeiros em Portugal e remeteu para peritos e técnicos um entendimento sobre os fármacos em questão, indicados no tratamento da doença oncológica.

Published in Atualidade

A Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) tomou conhecimento do recente comunicado do Colégio da Especialidade de Oncologia Médica da Ordem dos Médicos, bem como de esclarecimentos subsequentes do Infarmed, sobre atrasos e/ou recusas de disponibilização de alguns medicamentos específicos para tratamento a doentes oncológicos.

Published in Atualidade
O Conselho Nacional da Ordem dos Médicos (CNOM) entende que há clínicos que estão a ser “impedidos de proteger a vida de doentes com cancro”, denunciando barreiras no acesso a “medicamentos potencialmente inovadores” que colocam “doentes em risco de vida”.
Published in Atualidade
Urgências no SNS – só empurrar o problema não o resolve
Editorial | Gil Correia
Urgências no SNS – só empurrar o problema não o resolve

É quase esquizofrénico no mesmo mês em que se discute a carência de Médicos de Família no SNS empurrar, por decreto, os doentes que recorrem aos Serviços de Urgência (SU) hospitalares para os Centros de Saúde. A resolução do problema das urgências em Portugal passa necessariamente pelo repensar do sistema, do acesso e de formas inteligentes e eficientes de garantir os cuidados na medida e tempo de quem deles necessita. Os Cuidados de Saúde Primários têm aqui, naturalmente, um papel fundamental.