A Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF) chama a atenção para a resistência aos antibióticos e junta-se à campanha nacional “Responsabilidade é o Melhor Remédio” para sensibilizar os médicos, farmacêuticos e a população em geral para o uso indiscriminado destes medicamentos.  

Published in Atualidade

De acordo com os dados divulgados pelo Infarmed, a dispensa de antibióticos nas farmácias comunitárias baixou 20% entre janeiro e setembro deste ano, com menos 1,2 milhões de embalagens relativamente ao período homólogo.

Published in Atualidade

No âmbito da Semana Mundial de Consciencialização Sobre o Uso de Antibióticos, promovida pela Organização Mundial de Saúde, a Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia (SPG) lança uma campanha de sensibilização sobre o impacto dos antibióticos na microbiota intestinal.

Published in Atualidade

Todos os anos morrem 700 mil pessoas devido à resistência aos antibióticos, um número que deverá atingir os 50 milhões em 2050.

Published in Atualidade

A Organização Mundial da Saúde (OMS) adverte para a utilização pouco racional (consumo excessivo e/ou subconsumo) de antibióticos como principal causa de resistência antimicrobiana (RAM) e do aparecimento de "superbactérias" potencialmente fatais.

Published in Atualidade

Mais de 40 mil portugueses poderão morrer na sequência de infeções por bactérias resistentes a antibióticos até 2050. Estima-se que em Portugal morram todos os anos mais de 1.100 pessoas.

Published in Atualidade

O Parlamento Europeu (PE) quer reduzir o uso de antibióticos na União Europeia (UE), de modo a limitar o desenvolvimento de bactérias resistentes.

Published in Atualidade

Investigadores da Universidade de Valência, em Espanha, estão a liderar um projeto europeu que visa o desenvolvimento de um novo sistema para detetar alergias a antibióticos, a baixo custo, através de uma pequena amostra de sangue.

Published in Atualidade
Pág. 1 de 3
A mudança necessária
Editorial | Jornal Médico
A mudança necessária

Os últimos meses foram vividos por todos nós num contexto absolutamente anormal e inusitado.

Atravessamos tempos difíceis, onde a nossa resistência é colocada à prova em cada dia, realidade que é ainda mais vincada no caso dos médicos e restantes profissionais de saúde. Neste âmbito, os médicos de família merecem certamente uma palavra de especial apreço e reconhecimento, dado o papel absolutamente preponderante que têm vindo a desempenhar no combate à pandemia Covid-19: a esmagadora maioria dos doentes e casos suspeitos está connosco e é seguida por nós.

Mais lidas