Displaying items by tag: cancro do pulmão

Investigadores do Centro Hospitalar Universitário do Porto integram uma rede, juntamente com investigadores espanhóis, colombianos, argentinos e peruanos, que visa melhorar as perspetivas e promover a educação e formação contínua do cancro do pulmão.

Published in Atualidade
O cancro de mama ultrapassou o do pulmão como o mais diagnosticado no mundo, segundo dados da Agência Internacional de Pesquisa sobre o Cancro. As estimativas indicam que os novos casos de cancro serão 50 por cento superiores em 2040.
Published in Atualidade

 A tomografia computadorizada pode ser uma ferramenta útil para o diagnóstico atempado do cancro do pulmão, a neoplasia mais letal na América Latina, que causa anualmente cerca de 60.000 mortes na região, segundo estudo divulgado hoje.

Published in Atualidade

A certeza de que o tratamento do cancro do pulmão tem evoluído, bem como apelos aos doentes para que não se escondam e à sociedade para que não os estigmatizem estão no centro da nova campanha que a Pulmonale vai lançar este sábado.

Published in Atualidade

A Fundação Portuguesa do Pulmão (FPP) alerta que o tempo decorrido entre o início dos sintomas e a primeira consulta com um médico assistente, no caso do cancro do pulmão, é de quatro a 10 meses e sublinha a importância de se alterar este quadro.

Published in Atualidade

O cancro do pulmão é o tema central do webinar promovido pela MSD e agendado para dia 3 de julho, no qual vão estar presentes o médico especialista em Oncologia Calles Blanco, e as pneumologistas Encarnação Teixeira e Ana Barroso.

Published in Atualidade

A CUF Oncologia anunciou que vai reforçar as Vias Verdes de Diagnóstico, em todos os seus Hospitais, entre os dias 1 e 15 de julho, numa ação denominada “Hoje ainda não é tarde”.

Published in Atualidade
Pág. 1 de 3
Crónicas de uma pandemia anunciada
Editorial | Jornal Médico
Crónicas de uma pandemia anunciada

Era 11 de março de 2020, quando a Organização Mundial de Saúde declarou o estado de Pandemia por COVID-19 e a organização dos serviços saúde, como conhecíamos até então, mudou. Reorganizaram-se serviços, redefiniram-se prioridades, com um fim comum: combater o SARS-CoV-2 e evitar o colapso do Serviço Nacional de Saúde, que, sem pandemia, já vivia em constante sobrecarga.

Mais lidas