A ministra da Saúde disse que hoje vai acompanhar a situação dos pedidos de demissão dos chefes de equipa do Hospital Dona Estefânia, em Lisboa.

Published in Atualidade

Os chefes de equipa da Urgência do Hospital Dona Estefânica, em Lisboa, apresentaram hoje a demissão à administração, alegando "quebra do compromisso por parte da instituição".

Published in Atualidade
quinta-feira, 27 setembro 2018 10:08

SRCOM: ULS da Guarda vive situação “explosiva”

A Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM) considera que a Unidade Local de Saúde (ULS) da Guarda, onde se demitiram responsáveis de três serviços, vive uma situação "explosiva".

Published in Atualidade

A administração do Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia/Espinho (CHVNG/E) afirmou, hoje, não ter recebido qualquer pedido de demissão dos 52 clínicos demissionários.

Published in Atualidade

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Fernando Araújo, garantiu que a qualidade de acesso aos serviços do Hospital de Gaia está assegurada.

Published in Atualidade

O CDS quer que a Comissão Parlamentar de Saúde convoque "com caráter urgente" o conselho de administração do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho (CHVNG/E), na sequência das demissões, apresentadas ontem, por 52 diretores e chefes de serviço, incluindo o diretor clínico.

Published in Atualidade

O Conselho de Administração (CA) do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho (CHVNG/E), esclareceu que até terça-feira, data da entrada do pedido de demissão dos 52 clínicos, havia um clima de diálogo para a resolver os problemas denunciados.

Published in Atualidade

O diretor clínico e os diretores e chefes de serviço do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho (CHVNG/E), 52 clínicos no total, demitiram-se em protesto contra as condições de trabalho.

Published in Atualidade
Pág. 1 de 2
A mudança necessária
Editorial | Jornal Médico
A mudança necessária

Os últimos meses foram vividos por todos nós num contexto absolutamente anormal e inusitado.

Atravessamos tempos difíceis, onde a nossa resistência é colocada à prova em cada dia, realidade que é ainda mais vincada no caso dos médicos e restantes profissionais de saúde. Neste âmbito, os médicos de família merecem certamente uma palavra de especial apreço e reconhecimento, dado o papel absolutamente preponderante que têm vindo a desempenhar no combate à pandemia Covid-19: a esmagadora maioria dos doentes e casos suspeitos está connosco e é seguida por nós.

Mais lidas