Angola registou 7.356 mortes por malária em 2018, uma quebra de quase metade face ao ano anterior. Contudo, a doença continua a ser a principal causa de morte no país.

Published in Atualidade

Embora as mortes provocadas por malária tenham diminuído em todo o mundo em 2017, a redução de casos que se registava desde o início da década “estagnou”. Desta forma, a Organização Mundial de Saúde (OMS) defende uma estratégia mais severa.

Published in Atualidade

A malária é a causa de 35.5% das mortes anuais em crianças entre os zero e os cinco anos, na província do Cuanza Sul, em Angola, devido à insuficiente cobertura sanitária, fraca manutenção dos hospitais, entre outros fatores.

Published in Atualidade

A malária mata diariamente duas a três crianças, no banco pediátrico do Hospital Geral do Moxico, no leste de Angola, situação que acontece nos nove meses de época chuvosa do país.

Published in Atualidade

O ex-ministro da Saúde da Namíbia, Richard Kamwi, afirmou esta quinta-feira, em declarações à agência chinesa Xinhua, que cerca de 90% dos casos de malária no mundo ocorrem na região da África subsaariana.

Published in Atualidade

Published in Terapêutica

Moçambique precisa anualmente entre 73 milhões de euros (M€) e 108 M€ para o programa de combate à malária, um valor que o Estado não tem na totalidade.

Published in Atualidade
Pág. 1 de 5
800 milhões de euros para o Serviço Nacional de Saúde
Editorial | Jornal Médico
800 milhões de euros para o Serviço Nacional de Saúde

Se não os tivéssemos seria bem pior! O reforço do Programa Operacional da Saúde com 800 milhões de euros pode ser entendido como sinal político de valorização do setor da saúde. Será uma viragem na política restritiva? O Serviço Nacional de Saúde (SNS) de 40 anos precisa de cuidados intensivos! Há novos enquadramentos, novas responsabilidades, novas ideias e novas soluções. É urgente pensarmos na nova década com rigor e disponibilidade sincera.

Mais lidas