Displaying items by tag: nutrição

A Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) organiza mais uma edição da formação “Nutrição Clínica na Medicina Geral e Familiar”. As candidaturas para participação decorrem até ao dia 18 de agosto.

Published in Atualidade
Tagged under

Psicologia, Infeciologia, Neurorradiologia e Nutrição. Estes serviços no Hospital de Braga foram alvo de restruturação, conferindo-lhes maior autonomia e diferenciação.

Published in Atualidade

A CUF vai dar início, na próxima semana, às CUF Talks, dois eventos em formato digital, que pretendem cruzar o olhar de várias especialidades médicas sobre temas que têm impacto na “saúde e na qualidade de vida da população”.

Published in Atualidade

Várias unidades de saúde da rede CUF dispõem de uma aplicação móvel de nutrição, cujo objetivo é facilitar o contacto dos utentes com os respetivos nutricionistas.

Published in Atualidade

O I Congresso Internacional de Nutrição e Alimentação da Associação Portuguesa da Nutrição (APN), decorre entre amanhã e sexta-feira, no Centro de Congressos de Lisboa.

Published in Atualidade

Os Açores realizaram entre 2014 e 2016 um total de 46.430 consultas de Nutrição, a grande maioria a utentes entre os 35 e 44 anos devido a patologias como a obesidade e o excesso de peso.

Published in Atualidade
sexta-feira, 30 dezembro 2016 11:22

Alimentação saudável para um sono melhor

Praticar uma alimentação saudável é fundamental para ter uma noite bem dormida. Várias investigações científicas dizem-nos que a forma como nos alimentamos pode influenciar o nosso sono.

Published in Dia Mundial do Sono
Tagged under

Obesidade

Mais de um milhão de portugueses sofrem de obesidade e cerca de metade da população adulta tem excesso de peso, lembra a Ordem dos Nutricionistas, que reclama mais profissionais nos centros de saúde.

“A obesidade é um peso muito além do peso e tem faltado atuação governamental para a resolução deste problema”, refere a Ordem dos Nutricionistas numa nota a propósito do Dia Nacional e Europeu da Obesidade, que se assinala a 21 de maio.

A Ordem considera que é essencial aumentar o número de nutricionistas nos cuidados de saúde primários, permitindo a aplicação de um “sistema integrado de vigilância alimentar e nutricional”.

Também a Sociedade Portuguesa para o Estudo da Obesidade, que organizou um seminário sobre o tema, lembra que, de acordo com dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), 16,4% da população adulta portuguesa sofre de obesidade e que 52,8% da população tem excesso de peso.

“Vivemos numa sociedade que incentiva o consumo de comida rápida, altamente prejudicial para a saúde, e o sedentarismo das oito horas de escritório”, indicam os especialistas da Sociedade Portuguesa para o Estudo da Obesidade (SPEO).

O seminário “Obesidade: uma responsabilidade de todos” pretende abordar o contributo de todo a sociedade para a prevenção do excesso de peso, segundo explicou a presidente da SPOE, Paula Freitas, lembrando que professores, médicos, enfermeiros, nutricionistas, políticos, autarcas, todos podem contribuir.

As implicações do excesso de peso estendem-se a outros problemas de saúde, com a obesidade a estar intrinsecamente relacionada com diabetes, hipertensão ou doenças cardiovasculares.

Também para assinalar o Dia Nacional e Europeu da Obesidade, a Direção-geral da Saúde (DGS) vai começar a lançar um conjunto de vídeos de curta duração com receitas saudáveis, partilhadas nas redes sociais.

Published in Mundo
Tagged under
Pág. 1 de 2
Internato centrado na grelha de avaliação curricular: defeito ou virtude?
Editorial | Denise Cunha Velho
Internato centrado na grelha de avaliação curricular: defeito ou virtude?

Sou do tempo em que, na Zona Centro, não se conhecia a grelha de avaliação curricular, do exame final da especialidade. Cada Interno fazia o melhor que sabia e podia, com os conselhos dos seus orientadores e de internos de anos anteriores. Tive a sorte de ter uma orientadora muito dinâmica e que me deu espaço para desenvolver projectos e actividades que me mantiveram motivada, mas o verdadeiro foco sempre foi o de aprender a comunicar o melhor possível com as pessoas que nos procuram e a abordar correctamente os seus problemas. Se me perguntarem se gostaria de ter sabido melhor o que se esperava que fizesse durante os meus três anos de especialidade, responderei afirmativamente, contudo acho que temos vindo a caminhar para o outro extremo.