quinta-feira, 05 julho 2018 14:29

Alto do Minho contrata 20 profissionais de saúde

A Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM) foi autorizada, pelos Ministérios da Saúde e das Finanças, a contratar 20 profissionais de saúde para colmatar as necessidades face à reposição para as 35 horas de trabalho semanais.

Published in Atualidade

O Governo está a estudar mecanismos para incentivar a diminuição do absentismo entre os profissionais de saúde, anunciou hoje o ministro da Saúde.

Published in Atualidade

O ministro da Saúde remeteu para o outono a eventual contratação de mais profissionais de saúde para suprir a passagem às 35 horas semanais, admitindo que não será possível contratar, este ano, o número desejável de trabalhadores.

Published in Atualidade

BE e PSD estimam que seja preciso contratar mais de cinco mil novos profissionais de saúde para cobrir as necessidades da passagem às 35 horas semanais. Os dois partidos consideram insuficiente a contratação de apenas dois mil trabalhadores.

Published in Atualidade

O Hospital da Senhora da Oliveira Guimarães foi autorizado pelos ministérios da Saúde e das Finanças a contratar 63 novos profissionais, após a transição para as 35 horas de trabalho.

Published in Atualidade

Os profissionais de saúde que estejam a fazer 40 horas de trabalho semanais, a partir do início deste mês, terão de receber horas extraordinárias, disse hoje o ministro da Saúde, frisando que os hospitais são obrigados a cumprir a lei.

Published in Atualidade

Enfermeiros, assistentes e técnicos de saúde realizaram uma greve às horas extraordinárias, no mesmo dia em que regressam às 35 horas de trabalho semanais [1 de julho].

Published in Atualidade

As faltas ao trabalho dadas pelos profissionais de saúde totalizaram quase 3,8 milhões de dias em 2017, mais 2,4% do que no ano anterior, a maioria devido a doença, mas também pelas greves.

Published in Atualidade
Pág. 8 de 9
O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Editorial | Jornal Médico
O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. Encontrar uma nova visão e adotar uma nova estratégia útil na nossa prática clínica quotidiana. Valorizar as unidades de saúde por estarem a dar as respostas adequadas e seguras é o mínimo que se exige, mas é urgente e inevitável um plano de investimento nos centros de saúde do Serviço Nacional de Saúde.

Mais lidas