Uma em cada 10 crianças com 13 meses de idade em Portugal não tinham, no final do ano passado, qualquer vacina contra o sarampo, indica o relatório do Programa Nacional de Vacinação (PNV).

Published in Atualidade

Em 2018, o sarampo matou mais de 140 mil pessoas em todo o mundo, numa altura em que o número de casos e surtos aumentou globalmente. As estimativas, da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Centro para Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos, foram divulgadas na quinta-feira.

Published in Atualidade

A Direção-Geral da Saúde (DGS) apelou para a importância da vacinação contra o sarampo, sublinhando que na Europa continuam a existir tanto surtos como transmissão de vírus, o que aumenta o risco de importação de casos.

Published in Atualidade
sexta-feira, 28 dezembro 2018 10:10

Confirmados três casos de sarampo na Madeira

O Instituto de Administração da Saúde (IASAÚDE) confirmou, esta quinta-feira, a existência de três casos de sarampo na Madeira, admitindo que se trata de um surto.

Published in Atualidade

O número de casos de sarampo subiu para 29 desde o dia 8 de novembro até ao final da tarde de segunda-feira na região de Lisboa e Vale do Tejo, avançou a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Published in Atualidade

O número de casos de sarampo na região de Lisboa e Vale do Tejo subiu para 26, entre os dias 8 de novembro e 4 de dezembro, revela o último balanço da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Published in Atualidade

O Conselho Nacional de Saúde (CNS) identificou várias zonas do país onde a cobertura vacinal contra o sarampo aos seis anos é insuficiente, nomeadamente no Algarve.

Published in Atualidade
sexta-feira, 30 novembro 2018 09:47

OMS: Sarampo matou 110 mil pessoas em 2017

O número de casos de sarampo aumentou em todo o mundo em 2017, causando cerca de 110 mil mortes, revela um novo relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Published in Atualidade
Pág. 1 de 7
O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Editorial | Jornal Médico
O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. Encontrar uma nova visão e adotar uma nova estratégia útil na nossa prática clínica quotidiana. Valorizar as unidades de saúde por estarem a dar as respostas adequadas e seguras é o mínimo que se exige, mas é urgente e inevitável um plano de investimento nos centros de saúde do Serviço Nacional de Saúde.

Mais lidas