Os hospitais privados dizem ter sentido uma quebra para metade nos episódios de urgência por causa da pandemia de Covid-19, mas que no final de julho houve uma “recuperação muito significativa” nas consultas de especialidade.

Published in Atualidade

Investigadores da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) e do CINTESIS concluíram, com base num estudo na Urgência Metropolitana de Psiquiatria do Porto, que as idas às urgências caíram “para metade” durante o estado de emergência.

Published in Atualidade

A Ordem dos Médicos associou-se hoje ao movimento que promove, esta terça-feira, um cordão humano em defesa do Hospital dos Covões, em Coimbra, em protesto contra o alegado encerramento ou "esvaziamento" do serviço de urgência.

Published in Atualidade

Um grupo de trabalho criado pelo Ministério da Saúde afirma que urgências são a porta de entrada no SNS erradamente e propõe ao Governo a implementação de equipas fixas nestes serviços e a criação de especialidade médica, para além do reencaminhamento dos casos “verdes” e “azuis” para consultas abertas não programadas.

Published in Atualidade

O bastonário da Ordem dos Médicos (OM), Miguel Guimarães, perspetiva a falta de médicos especialistas na urgência do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte (CHULN) como alarmante, defendendo que a sua resolução é essencial para a maior urgência do país não fechar.

Published in Atualidade

Relativamente ao funcionamento das Urgências de Ginecologia e Obstetrícia da Grande Lisboa no período de 15 de julho a 30 de setembro de 2019, a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) reitera e esclarece que:

Published in Atualidade

O Hospital de Barcelos já reencaminhou 812 “falsas urgências” para os centros de saúde (CS), no âmbito de um projeto-piloto que arrancou em finais de maio de 2018, disse hoje o presidente do conselho de administração (CA) daquela instituição, Joaquim Barbosa.

Published in Atualidade

Cerca de 40% dos atendimentos em urgência nos hospitais públicos no ano passado foram considerados pouco ou nada urgentes, sendo quase 2,2 milhões de casos, segundo dados oficiais.

Published in Atualidade
Pág. 1 de 3
COVID e não-COVID: Investimentos para resolver novos e velhos problemas
Editorial | Rui Nogueira, Médico de Família e presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar
COVID e não-COVID: Investimentos para resolver novos e velhos problemas

Acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. O estado de emergência terminou e o estado de calamidade passou, mas o problema de saúde mantem-se ativo. É urgente encontrar uma visão inovadora e adotar uma nova estratégia. As unidades de saúde precisam de encontrar respostas adequadas e seguras.

Mais lidas