Displaying items by tag: vacinas

quinta-feira, 20 dezembro 2018 12:58

Ébola: OMS doa mais de três mil vacinas ao Uganda

A Organização Mundial de Saúde (OMS) doou mais de três mil doses de vacinas contra o vírus do ébola ao Uganda para imunizar os profissionais de saúde contra a doença, avançou a agência noticiosa chinesa Xinhua.

Published in Atualidade
Tagged under

A cobertura vacinal do sarampo diminuiu em 12 dos 28 estados-membros da União Europeia (UE) desde 2010, concluiu um estudo da Comissão Europeia.

Published in Atualidade
Tagged under
quarta-feira, 24 outubro 2018 10:58

Portugal é o país da UE que mais confia nas vacinas

Portugal é o país da União Europeia (UE) com a maior percentagem de população a confiar nas vacinas, considerando-as seguras, efetivas e importantes para as crianças.

Published in Atualidade
Tagged under

O Governo holandês está a ponderar proibir a entrada de crianças não vacinadas contra o sarampo, varicela e a rubéola nas creches.

Published in Atualidade
Tagged under
sexta-feira, 10 agosto 2018 10:58

China oferece vacinas gratuitas contra a raiva

As autoridades sanitárias chinesas vão oferecer aconselhamento e inoculação gratuitos de vacinas contra a raiva, na sequência do escândalo de Saúde Pública gerado por irregularidades no segundo maior fabricante de vacinas da China.

Published in Atualidade

Em 2017, cerca de 75% das grávidas foram vacinadas contra a tosse convulsa, revela o Boletim Programa Nacional de Vacinação, divulgado hoje pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Published in Atualidade
terça-feira, 24 abril 2018 16:07

Metade dos pais portugueses desconhecem vacinas do PNV

Quase metade dos pais portugueses (48%) afirmam desconhecer as vacinas que fazem parte do Programa Nacional de Vacinação (PNV) e 28% dos progenitores acreditam, erradamente, que a vacina contra a meningite B integra o PNV de forma generalizada.

Published in Terapêutica
Pág. 9 de 9
Urgências no SNS – só empurrar o problema não o resolve
Editorial | Gil Correia
Urgências no SNS – só empurrar o problema não o resolve

É quase esquizofrénico no mesmo mês em que se discute a carência de Médicos de Família no SNS empurrar, por decreto, os doentes que recorrem aos Serviços de Urgência (SU) hospitalares para os Centros de Saúde. A resolução do problema das urgências em Portugal passa necessariamente pelo repensar do sistema, do acesso e de formas inteligentes e eficientes de garantir os cuidados na medida e tempo de quem deles necessita. Os Cuidados de Saúde Primários têm aqui, naturalmente, um papel fundamental.