CUF Academic Center realiza evento focado em Investigação Clínica
DATA
29/12/2022 10:36:16
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



CUF Academic Center realiza evento focado em Investigação Clínica

Com vista a divulgar o papel cada vez mais importante da investigação científica juntamente com a atividade assistencial dos hospitais, nascem as primeiras Jornadas de Investigação Clínica CUF. O evento decorre em formato híbrido, no Auditório do Centro do Conhecimento do Hospital CUF Descobertas, agendado para o dia 20 de janeiro, entre as 8h45 e as 17h15. Na perspetiva de adquirir mais informações, o Jornal Médico conversou com Ana Serrão Neto, diretora médica dos Estudos Clínicos da CUF Academic Center.

A motivação para a criação destas jornadas surge a partir do momento em que subsiste o reconhecimento da qualidade assistencial prestado pelos serviços CUF, mas carece um conhecimento generalizado no que à investigação clínica diz respeito, nomeadamente na investigação translacional, começa por refletir a diretora. Relembra que “é graças à investigação clínica que a Medicina tem progredido no tratamento das doenças e dos doentes” e que, por sua vez, “a investigação médica contribui para a atualização científica dos médicos, a qual é essencial para as boas práticas clínicas”. Para tal se manter, “é importante estimular os médicos, em particular as novas gerações, a realizarem investigação clínica”.

A especialista confessa que espera que este evento tenha “um evento multiplicador”, isto é, “conhecimento gera conhecimento”, pretendendo-se que “estas jornadas instiguem mais e melhor investigação”. Para estas jornadas, prevê-se que o programa abranja todos os tipos de estudos, nomeadamente ensaios clínicos, estudos observacionais e teses de doutoramento. Além disso, destaca-se uma sessão dedicada a questões legais e organizacionais para a realização de estudos clínicos, considerada “crucial”, já que “as exigências legais são muitas e minuciosas”, facilitando o apoio administrativo para esta prática. “A importância de incentivar e descomplicar o máximo possível a investigação clínica a nível europeu é notória pela implementação de um novo regulamento europeu, que entra em vigor em janeiro de 2023.”

A pandemia COVID-19 tornou a investigação o centro das agendas científicas do mundo, destaca, reforçando-se a importância de realizar estudos multicêntricos e internacionais. “Na CUF Academic Center, estamos a dar passos concretos e firmes”, partilha, destacando o reforço da equipa com a minha nomeação para diretora médica. Além disso, a equipa de coordenadores de estudos foi alargada, considerada “um pilar essencial nas equipas de investigação”, já que “realizam a ponte entre médicos, doentes e promotores dos estudos”.

A equipa da CUF Academic Center contratou ainda um administrativo especializado em submissão de estudos e uma medical writer. “Posso afirmar que estamos a prepararmo-nos para alavancar ainda mais a investigação clínica nas nossas unidades.”

No entanto, nem sempre é fácil conciliar a prática clínica com a investigação. “Os médicos têm uma atividade assistencial muito intensa, sem estas ajudas seria impossível fazer investigação. Até porque muitas vezes não há tempo especificamente alocado à investigação. Mas também nisso a CUF está a inovar e os jovens médicos interessados já são contratados com horas dedicadas à atividade científica.”

“A investigação translacional é fundamental para manter as boas práticas clínicas”, com o objetivo de melhorar a saúde e o tratamento dos doentes. A especialista faz uma chamada de atenção: “Todos damos como adquiridos os benefícios, por exemplo, da insulina no tratamento da diabetes, dos antibióticos no tratamento das infeções, de todas as terapêuticas oncológicas, das vacinas que permitiram, inclusive, erradicar algumas doenças no mundo, mas é fácil esquecer que foi o trabalho de investigação, longo e minucioso, que esteve por detrás de todos estas conquistas.”

A especialista considera que ainda “falta uma cultura generalizada de investigação e até dificuldade em gerir o tempo dedicado à atividade assistencial vs. investigacional”.

A CUF Academic Center promove “uma oferta diferenciada nas áreas de formação, ensino, investigação e simulação em Saúde”, com o objetivo de ser “um centro de referência nacional e internacional” nestas áreas. Para isso, a especialista destaca como objetivo “assegurar o desenvolvimento, atualização e aperfeiçoamento de competências dos profissionais de saúde; estimular e dinamizar a prática da investigação nos hospitais e clínicas CUF; disseminar as melhores e mais inovadoras práticas em saúde; e reforçar as relações com parceiros de referência”.

Ana Serrão Neto acrescenta ainda: A CUF Academic Center quer contribuir para captar, reter e desenvolver talentos. A atualização dos nossos profissionais de saúde, permite o desenvolvimento sustentado das suas competências, com vista à melhoria contínua na prestação de cuidados de saúde.

É urgente desburocratizar os Cuidados de Saúde Primários
Editorial | Jornal Médico
É urgente desburocratizar os Cuidados de Saúde Primários

Neste momento os CSP encontram-se sobrecarregados de processos burocráticos inúteis, duplicados, desnecessários, que comprometem a relação médico-doente e que retiram tempo para a atividade assistencial.