Displaying items by tag: Armando Mansilha

Agendado para 10, 11 e 12 de setembro, tendo como palco a Alfândega do Porto, o 20.º Congresso Anual da Sociedade Portuguesa de Angiologia e Cirurgia Vascular (SPACV) foi, recorde-se, adiado em 2020, por força da pandemia. Agora, ouvido pelo Jornal Médico, Armando Mansilha considera, desde já, estarem reunidas as condições para que o evento se realize em modo presencial. O presidente da SPACV acredita que “é tempo de dar um passo em frente.”

Published in Atualidade

Dois profissionais do Serviço de Cirurgia Vascular do Centro Hospitalar Universitário de São João [CHUSJ], Armando Mansilha e Joel Sousa, foram galardoados com os prémios de Maior Contribuição Científica Internacional de 2019 e Melhor Artigo Original 2019, atribuídos pela Sociedade Portuguesa de Angiologia e Cirurgia Vascular [SPACV].

Published in Atualidade

A educação médica pré e pós-graduada tem resistido à adoção de ferramentas digitais em larga escala e o uso formal de aulas online ou webinars era raro até março deste ano. Com a pandemia, a adaptação foi a palavra de ordem, mas – e apesar de todo o esforço por parte de docentes e alunos nesta fase – as academias continuam a apostar parcamente na adoção de modelos alternativos às aulas de exposição nos moldes tradicionais. À semelhança do que aconteceu com a prestação de cuidados de saúde, a Covid-19 acelerou a digitalização também do ensino médico a nível global. Mudanças eternamente adiadas acabaram por ser implementadas em poucos dias, o que levanta uma questão relevante: foi a pandemia o gatilho necessário para transformar a formação médica em escolas e hospitais?

Published in Atualidade

No rescaldo da criação da Sociedade Portuguesa de Flebologia – no seio da Sociedade Portuguesa de Angiologia e Cirurgia Vascular – o Jornal Médico conversou com o seu fundador e primeiro presidente, Armando Mansilha, que sustenta que esta área requer hoje “uma maior exigência de conhecimento”. Apesar de não constituir uma especialidade médica, a Flebologia “adquire uma autonomia científica e profissionalizante”, sublinha o professor.

Published in Entrevistas
Tagged under

A Ordem dos Médicos (OM) pretende ter uma relação mais estreita com sociedades e associações científicas, de forma a garantir melhores cuidados de saúde aos portugueses no setor público e privado.

Published in Atualidade

O Jornal Médico falou com Armando Mansilha, Professor da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e Coordenador da Unidade de Angiologia e Cirurgia Vascular do Hospital CUF Porto, a propósito de ter sido eleito Presidente da Sociedade Portuguesa de Angiologia e Cirurgia Vascular (SPACV), durante o 18.º Congresso da SPACV, com o intuito de perceber quais são os principais objetivos e medidas para o seu mandato.

Published in Entrevistas
Tagged under

Mansilha Prof. Armando

O cirurgião vascular Armando Mansilha disse hoje que existe uma nova classe de fármacos, com “comprovada eficácia” e com “melhoria do perfil de segurança”, que provavelmente “vai revolucionar todo o tratamento da trombose venosa profunda e da embolia pulmonar”.

Citando estudos europeus já divulgados, Armando Mansilha, que é também professor na Faculdade de Medicina do Porto, salientou que “a mortalidade por tromboembolismo venoso é superior à mortalidade conjunta de acidentes de viação, cancro da mama, da próstata e sida. Todas estas causas juntas matam menos do que o tromboembolismo venoso”.

A nova classe de fármacos, já disponível em Portugal, “diminui o risco de novos eventos, porque a retrombose é grave, diminui o risco de novas embolias pulmonares, tem uma segurança aumentada no sentido de diminuir o risco de hemorragia e tem uma enorme facilidade em termos posológicos porque os doentes não têm de fazer um controlo laboratorial regular”, sublinhou.

O especialista falava na apresentação de um manual de boas práticas para diagnóstico e tratamento do tromboembolismo venoso, um documento que alerta para a necessidade de uniformizar o tratamento da trombose em Portugal.

Os novos medicamentos, anticoagulantes orais, “estão a ser progressivamente introduzidos” no mercado português, mas Armando Mansilha considerou que é fundamental alertar a comunidade clínica e científica para a sua existência e para as suas vantagens.

Este é um dos objectivos do livro “Diagnóstico e terapêutica do tromboembolismo venoso – evidência e recomendações”, coordenado por Armando Mansilha, mas que reúne contribuições de especialistas de diferentes áreas, nomeadamente da Cirurgia Vascular, Medicina Interna, Oncologia Médica, Obstetrícia e Imunoterapia, entre outras.

O documento, considerado o “mais completo” manual de boas práticas no tratamento da trombose editado em Portugal, vai ser distribuído pelos hospitais e unidades de saúde familiar.

O objectivo é uniformizar procedimentos na abordagem terapêutica desta patologia, para proporcionar a todos os pacientes o melhor tratamento possível.

O tromboembolismo venoso (TEV) é uma doença caracterizada pela formação de coágulos (trombos) nas veias, que compreende a trombose venosa profunda (TVP) e a embolia pulmonar (EP).

Constitui a terceira causa mais comum de doença cardiovascular, logo após a síndrome coronária aguda e o acidente vascular cerebral. Atinge particularmente os pacientes hospitalizados, os doentes oncológicos e as grávidas e/ou puérperas com mais de 35 anos.

Published in Medicamento
#sejamestrelas
Editorial | António Luz Pereira
#sejamestrelas

Ciclicamente as capas dos jornais são preenchidas com o número de novos médicos. Por instantes todos prestam atenção aos números. Sim, para muitos são apenas números. Para nós, são colegas que se decidiram pelo compromisso com os utentes nas mais diversas áreas. Por isso, queremos deixar a todos, mas especialmente aqueles que abraçaram este ano a melhor especialidade do Mundo uma mensagem: “Sejam Estrelas”.

Mais lidas