Austrália: erro informático “mata” 200 doentes
DATA
14/08/2014 11:33:56
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS

Austrália: erro informático “mata” 200 doentes

hospitalautralia

Um hospital australiano pediu desculpas depois de ter declarado o óbito de mais de 200 doentes que já tinham recebido alta, informou a imprensa local. O Austin Hospital de Melbourne enviou, a 30 de Julho, notificações automáticas aos médicos assistentes, informando-os da morte dos doentes. Os 200 pacientes tinham, no entanto, sido autorizados a sair do hospital. O grupo Austin disse que o envio das notificações de morte, a 30 de Julho, foi o resultado de "erros humanos", cometidos no âmbito de uma alteração informática, no momento de actualizar os formulários, e que o problema tinha sido detectado ao fim de poucas horas. Logo que tomou conhecimento do erro, o hospital entrou imediatamente em contacto com os médicos em causa para os informar sobre o engano. Ainda assim, não foi a tempo de evitar que pelo menos um dos médicos tivesse chamado os familiares de um paciente para apresentar as suas condolências, relata o jornal "Herald Sun".

O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Editorial | Jornal Médico
O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. Encontrar uma nova visão e adotar uma nova estratégia útil na nossa prática clínica quotidiana. Valorizar as unidades de saúde por estarem a dar as respostas adequadas e seguras é o mínimo que se exige, mas é urgente e inevitável um plano de investimento nos centros de saúde do Serviço Nacional de Saúde.

Mais lidas