Região de Lisboa com mais 168 médicos de internato
DATA
06/01/2015 11:00:37
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS

Região de Lisboa com mais 168 médicos de internato

Jovens Médicos 1
A região de saúde de Lisboa e Vale do Tejo tem a partir de ontem mais 168 médicos de Medicina Geral e Familiar, um aumento de 22 por cento face a 2014, de acordo com o Ministério da Saúde.

Segundo um comunicado da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), que tutela a região na qual os 168 novos profissionais iniciaram o internato médico, os centros de saúde das zonas de Almada/Seixal, Loures/Odivelas e Sintra são as que recebem um maior reforço de médicos em termos absolutos.

A medida, diz-se no comunicado, irá permitir à ARSLVT, no final do internato, assegurar médico de família a mais 319.200 utentes, distribuídos por 15 Agrupamentos de Centros de Saúde (ACES) da Região de Lisboa.

A região de Lisboa e Vale do Tejo envolve 3,6 milhões de utentes, distribuídos por quatro distritos e 15 Agrupamentos de Centros de Saúde.

A falta de médicos nas urgências dos hospitais tem sido notícia nas últimas semanas, depois de relatos de muitas horas de espera, nalguns casos de 20 horas, e de dois casos de mortes de doentes enquanto esperavam para ser atendidos.

A "hiperventilação" dos Cuidados de Saúde Primários
Editorial | Joana Romeira Torres
A "hiperventilação" dos Cuidados de Saúde Primários
A Organização Mundial de Saúde alude que os Cuidados de Saúde Primários (CSP) são cruciais para a obtenção de promoção da saúde a nível global. Neste sentido, a Organização Mundial dos Médicos de Família (WONCA) tem estabelecido estratégias que têm permitido marcar posição dos mesmos na comunidade médica geral.

Mais lidas