Portugal e Cabo Verde alargam cooperação na área da Saúde
DATA
09/03/2015 10:21:28
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS


Portugal e Cabo Verde alargam cooperação na área da Saúde

Cabo Verde

Portugal e Cabo Verde alargaram, na passada sexta-feira, as valências já existentes no âmbito da cooperação na área da Saúde, que serão incluídas na vigência do próximo Programa Estratégico bilateral 2016/19.

A decisão consta de um protocolo assinado na Cidade da Praia entre as respectivas direcções-gerais de saúde, no final de uma missão técnica portuguesa que esteve desde o passado dia 2 em Cabo Verde, com o intuito de identificar novas áreas de colaboração.

O documento foi rubricado, pela parte portuguesa, pela chefe de divisão de Cooperação da Direcção-Geral de Saúde (DGS), Ana Correia, e, pela cabo-verdiana, pelo recém-empossado director-geral da saúde, Tomás Valdez, na presença da ministra da saúde cabo-verdiana, Cristina Fontes Lima.

Em declarações aos jornalistas, Ana Correia destacou que as acções a desenvolver vão ao encontro dos eixos prioritários definidos pelo ministério da saúde cabo-verdiano, destacando-se as áreas de emergência médica, telemedicina, transfusão, transplantes e gestão de fraude no sector.

Como áreas críticas, assumiu, por sua vez, Tomás Valdez, estão as da nefrologia, oncologia, saúde mental e diabetes, pelo que, acrescentou, ficou cumprido o que fora delineado no Protocolo de Colaboração Técnica na área da Saúde bilateral durante a III Cimeira Luso-Cabo-verdiana, que decorreu em Lisboa a 17 de Dezembro de 2014.

Paralelamente foi também assinado um protocolo entre o Instituto Português de Anatomia Patológica e Molecular da Universidade do Porto e a Liga Cabo-Verdiana contra o Cancro, no âmbito do acordo de cooperação assinado em Abril de 2008 pelos dois ministérios da saúde no domínio dos cuidados nefrológicos.

A missão técnica portuguesa integrou representantes da DGS, Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS), Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS), Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e Instituto Português do Sangue e Transfusão (IPST). Durante a estadia em Cabo Verde, a missão técnica reuniu-se com os diferentes serviços que integram o ministério da saúde do país africano, bem como com instituições que, na sua esfera de competências, se assumem como parceiras estratégicas do sector da saúde em Cabo Verde. Entre estas, o Instituto Nacional de Previdência Social (INPS), Agência Regulação e Supervisão Produtos Farmacêuticos e Alimentares (ARFA), Serviço Nacional de Proteção Civil e Bombeiros (SNPCB), Núcleo Operacional para a Sociedade de Informação (NOSI) e a Cruz Vermelha Cabo-Verdiana (CVCV).

Por favor faça login ou registe-se para aceder a este conteúdo

Sejam Felizes
Editorial | António Luz Pereira, vice-presidente da APMGF
Sejam Felizes

O início de cada ano é também o início do percurso de milhares de novos médicos. A todos, mas especialmente aqueles que como nós escolheram como futuro ser Médico de Família, queremos receber-vos com um desejo e um desafio. Que sejam felizes e façam com que aqueles que se cruzam convosco sejam felizes. Desejamos profundamente que este internato de formação específica em MGF seja um caminho de felicidade. Que se sintam totalmente realizados por terem escolhido a melhor especialidade do mundo. Que sejam felizes no internato, para que possam ser ainda mais felizes fora dele.

Mais lidas