Líder do PSD/Porto promete mais 70 a 80 médicos de família no distrito
DATA
13/04/2015 15:00:26
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS

Líder do PSD/Porto promete mais 70 a 80 médicos de família no distrito

medicos1

O deputado e líder do PSD/Porto, Virgílio Macedo, avançou hoje que a Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-N) vai contratar 70 a 80 médicos de família para colmatar as insuficiências no distrito.

"Foi-nos transmitido que, até ao final de Abril, iria ser lançado um concurso para a contratação de 70 a 80 médicos de família no distrito do Porto para colmatar as necessidades que existem", afirmou o deputado, referindo-se a uma reunião realizada recentemente na ARS-N.

Virgílio Macedo falava a pós a visita que um grupo de deputados do PSD realizou à extensão de saúde de Meinedo, em Lousada.

Questionado pela Lusa sobre a insuficiência de médicos de família no interior do distrito, o deputado recordou que hoje "existem incentivos implementados pelo Governo para que os médicos aceitem ficar localizados no interior".

"Estamos completamente convictos de que essas medidas, em conjunto com o lançamento da contratação de cerca de 70 a 80 médicos irá resolver a totalidades destas deficiências que hoje possam existir ao nível da insuficiência de médicos", acrescentou.

Sobre a visita à extensão de saúde, na qual também participaram autarcas e dirigente locais do PSD, Virgílio Macedo disse ter a garantia da ARS-N de que aquele serviço não encerrará, contrariando "alguns rumores" que corriam no concelho.

"Antes da visita, tivemos oportunidade de fazer uma reunião com o senhor presidente da Administração Regional de Saúde do Norte, que nos deu a garantia de que não existe qualquer intenção para encerramento deste centro de saúde", assinalou o deputado.

Segundo Virgílio Macedo, "as populações que são servidas por este centro de saúde podem estar completamente descansadas, porque vai manter-se aberto para prestar serviços de saúde primários às populações".

O líder do PSD/Porto reuniu-se com responsáveis da extensão de saúde, que se queixaram de algumas insuficiências de recursos humanos.

"Existe algum défice de secretários técnicos. Já foi pedido junto da ARS para colmatar essas necessidades através da mobilidade", esclareceu o deputado.

O dirigente social-democrata prometeu questionar a ARS-N "sobre a rapidez da resolução desse assunto".

"São questões administrativas e não faz sentido que exista esse constrangimento", concluiu.

A "hiperventilação" dos Cuidados de Saúde Primários
Editorial | Joana Romeira Torres
A "hiperventilação" dos Cuidados de Saúde Primários
A Organização Mundial de Saúde alude que os Cuidados de Saúde Primários (CSP) são cruciais para a obtenção de promoção da saúde a nível global. Neste sentido, a Organização Mundial dos Médicos de Família (WONCA) tem estabelecido estratégias que têm permitido marcar posição dos mesmos na comunidade médica geral.

Mais lidas