ARS do Alentejo abre 64 vagas para médicos de 23 especialidades
DATA
03/07/2015 10:59:03
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS




ARS do Alentejo abre 64 vagas para médicos de 23 especialidades


Um total de 64 vagas para médicos está a concurso em unidades de Saúde do Alentejo, em Évora, Beja, Portalegre e litoral, numa iniciativa da Administração Regional de Saúde (ARS) para contratar clínicos de 23 especialidades.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da ARS do Alentejo, José Robalo, disse ontem esperar que “o resultado deste concurso seja melhor” do que os de procedimentos idênticos lançados no passado, já que, “muitas vezes, as vagas ficam desertas”.

“De qualquer forma, ultimamente temos conseguido arranjar mais alguns profissionais da área médica, o que está a criar algum equilíbrio na região do Alentejo”, afirmou, acrescentando esperar que, com este novo concurso, se “continue a evoluir nesse sentido”.

De acordo com a Administração Regional de Saúde do Alentejo, os interessados no concurso, publicado em Diário da República na passada sexta-feira, podem candidatar-se às vagas até 13 de julho.

Do total de vagas abertas, 21 dizem respeito ao Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE) e 15 são para a Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA).

Das restantes, 14 são direcionadas para a Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano (ULSLA), 13 para a Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA) e uma para o Agrupamento de Centros de Saúde do Alentejo Central (ACES).

A concurso estão vagas para 23 especialidades médicas, a maioria das quais para medicina interna (10 vagas), seguindo-se pediatria (sete), psiquiatria (seis), cirurgia geral (quatro), ginecologia e obstetrícia (quatro) e ortopedia (quatro).

“As áreas sempre mais críticas” ao nível da falta de médicos “são sempre as de anestesiologia e de medicina geral e familiar”, disse José Robalo.

Anatomia patológica, cardiologia, endocrinologia, gastrenterologia, dermatovenereologia, hematologia, imunoalergologia, medicina física e reabilitação, neurologia, oftalmologia, oncologia, otorrinolaringologia, patologia clínica, pneumologia, reumatologia, saúde pública e urologia são as outras especialidades com vagas abertas.

O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Editorial | Jornal Médico
O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. Encontrar uma nova visão e adotar uma nova estratégia útil na nossa prática clínica quotidiana. Valorizar as unidades de saúde por estarem a dar as respostas adequadas e seguras é o mínimo que se exige, mas é urgente e inevitável um plano de investimento nos centros de saúde do Serviço Nacional de Saúde.

Mais lidas